Resenha: Anjo Caído, Drica Bitarello

Sinopse:

Oklahoma, 1965

O que você faria se um estranho cruzasse seu caminho e contasse coisas sobre seu passado que nem mesmo você sabia?

Angela era apenas uma mulher normal. Sua vida pacata na cidadezinha de Clinton se resumia a ir do trabalho para casa todos os dias e a assistir filmes antigos na tv. Até que, numa noite chuvosa, ela esbarra num estranho charmoso a poucos metros de sua casa.

Liam possuía um olhar intenso e hipnótico. Seus modos a faziam se lembrar de heróis de tempos antigos. Gentil, educado, bonito e refinado, ele parecia totalmente deslocado de seu mundo tão comum. Perfeito demais para ser de verdade…

Muito tempo se passou desde que Liam a viu pela última vez. Após uma busca que atravessou os séculos e o mundo, ele finalmente encontrou a mulher que tanto amou e de quem guardava uma mágoa infinita. 

Angela ainda possuía a doçura e a ingenuidade de quando ele a conheceu, há anos atrás. E é com esse temperamento que ele conta para atingir o objetivo que o levou a encontrar a mulher que um dia o rejeitou.

Um homem obcecado por uma mulher. Um segredo sombrio que atravessou os séculos. Um amor que desafia o tempo. Uma chance de redenção.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟

Preciso confessar que já tinha um tempinho que eu não lia um romance sobrenatural, mas é um subgênero da fantasia que eu amo de paixão. E, quando vi a sinopse deste livro, já fiquei louca para lê-lo. No entanto, ele tem um problema terrível: é curto demais. Quando menos esperamos, a história de Liam, uma misteriosa e sedutora criatura das sombras, e Angela, uma jovem pura e inocente, chega ao fim, de tão boa que ela é.

Quem gosta deste tipo de trama, com certeza vai ser envolvido pela intensa e arrebatadora teia de acontecimentos que se desenrola aqui. Eu o peguei no comecinho da tarde e só consegui largar quando cheguei à última página. Tudo ocorre num ritmo extremamente acelerado, mas de uma forma que desperta nossa curiosidade sobre o que vai acontecer a seguir, por isso simplesmente não conseguimos parar de ler.

No começo, acompanhamos a rotina de Angela, que basicamente consiste em levantar, se arrumar, tomar o café da manhã, botar comida para Elvis, um gato que é, também, sua única família, e correr para o trabalho, onde permanece até o começo da noite, antes de voltar para casa e ficar assistindo filmes na companhia da bola de pelos mais fofa do mundo. Nada diferente de milhares de outras jovens por aí, certo? Errado. Embora tenha uma rotina comum, esta característica passa longe de poder defini-la. Sem saber, ela é a reencarnação da antiga paixão de Liam, uma mulher que destroçou seu coração. E ele carregou esta mágoa por mais de 300 anos, por isso, agora que a reencontrou, planeja se envolver com Angela apenas para cumprir a missão que lhe foi designada séculos atrás, sem colocar sentimentos na jogada. Entretanto, quando a tem nos braços uma vez mais, vê-se completamente cativado por sua doçura e percebe que mesmo um ser sem coração e sem alma é incapaz de resistir ao amor.

Anjo Caído é escrito em primeira pessoa e alterna os pontos de vista de Angela e Liam, fazendo com que mergulhemos no subconsciente deles e compartilhemos de seus sentimentos e anseios mais profundos de uma forma única e deliciosa. Contudo, tenho uma reclamação a fazer sobre isso, que é pelo fato de as narrativas deles estarem juntas, o que torna as coisas um pouco confusas, porque precisamos ficar prestando atenção em detalhezinhos para descobrir de quem é cada parágrafo. Acho que a leitura ficaria mais fluida se houvessem separadores entre elas.

Esta foi minha primeira experiência com a escrita da Drica Bitarello, e devo dizer que fui surpreendida positivamente. Ela trabalha lindamente com as palavras, sabe conduzir a história num ritmo empolgante e cria personagens interessantes e aos quais é fácil se apegar. Com certeza, lerei os outros livros da autora. Inclusive, estou animadíssima para começar a série Radegund. Logo trarei resenhas pra vocês, podem aguardar!

Anjo Caído será lançado neste sábado às 10:00, em um evento no Rio de Janeiro. Será na Livraria Eldorado: rua Conde de Bonfim, 422. Tijuca. A Drica estará lá aguardando por vocês, não deixem de comparecer!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s