Resenha: Duologia A Ponte entre Reinos (A Ponte entre Reinos e The Traitor Queen), Danielle L. Jensen

Oi, meus amores! Tudo bem? ❤

Eu vim recomendar uma duologia de fantasia maravilhosa que ficou na minha lista de melhores leituras de 2021. Eu a conheci num reels que me fez largar tudo pra ler e posso dizer que valeu super a pena! Na época, ela ainda não tinha sido publicada por aqui, então vocês já estão com mais sorte do que eu, porque pelo menos o primeiro livro já está disponível em português. Já emito o alerta pra leitura viciante que vai te fazer largar todas as obrigações pra ficar grudadinho nas páginas e pra moreno sarcástico de passado sombrio que vai conquistar seu coração, mas só existe no livro mesmo. Aviso dado, prossiga no post por sua própria conta e risco…

“A Ponte entre Reinos” traz a história de Lara, uma princesa que, desde criança, vem sendo treinada, juntamente das suas dezenove irmãs, para se tornar uma grande espiã e assassina a fim de se casar com o rei de Ithicana, a principal rival de Maridrina, o reino ao qual pertence, seduzi-lo e descobrir todos os segredos da nação inimiga para destruí-la por dentro. Aí vocês me perguntam: como assim treinar vinte irmãs sendo que só existe um rei? Pois é, minha gente, apenas uma delas pode ser escolhida para essa tarefa tão “especial”, e já adianto que Lara não era essa pessoa, mas a bicha é esperta que só e dá um jeito de ser a eleita. Se vocês terminarem o primeiro capítulo do livro sem surtar horrores e sem virar fã da patroa, eu troco de nome.

Pois bem, a Lara conhece o seu noivo, se casa e embarca com ele para seu novo lar. E pensem numa mulher determinada! Ela tá doida pra acabar com o marido e toda Ithicana, mas como a gente bem sabe, toda história tem dois lados, e ela não demora a perceber que as coisas não são exatamente como ficou sabendo em Maridrina e, quanto mais vai conhecendo seu novo reino e as pessoas que moram nele, mais sua determinação vai sendo abalada. E ainda tem um outro fator que complica tudo: o marido dela é um gostoso do caramba e faz ela sentir coisas libidinosas. E cá pra nós, não dá pra julgar, sabe? Além de lindo, ele ainda tem um senhor charme e a trata com toda a gentileza e respeito que ela nunca recebeu na vida, fora o fato de realmente amar Ithicana e seu povo, e estar disposto a fazer tudo por eles, algo que seu pai, por outro lado, nunca fez por Maridrina.

E isso é o que vou contar sobre a trama. Para descobrir o resto, vocês vão ter que ler, e aconselho a não perderem tempo, porque pensem numa série maravilhosa! Os personagens são apaixonantes, a gente se encanta pela Lara logo no primeiro capítulo, mas não demoramos a nos apegar ao mocinho e ao povo dele também. O romance é desenvolvido de forma mais lenta, mas a gente sente a química e a tensão sexual dos personagens desde o início, então é uma delícia de acompanhar. E tem hot pra quem gosta (cof cof, eu). Também temos diversas cenas de ação e aventura, e a autora sabe desenvolver essa parte muito bem. Ô escrita boa! Fluida e envolvente como poucas. O universo é super bem construído, e de uma forma diferente do que normalmente vejo em outros livros. Ithicana é um reino dividido em pequenas ilhas cercadas por um mar violento e perigoso que, em determinada época do ano, se torna totalmente inavegável. A única forma de fazer uma travessia segura é por meio de uma ponte que é o ganha-pão real de Ithicana, já que eles costumam cobrar pedágio dos outros reinos para atravessá-la. A principal missão da Lara, inclusive, é descobrir os segredos dessa ponte para Maridrina. Acho que tudo veio na medida certa, eu saí dessa história completamente apaixonada por tudo que a Danielle L. Jensen entregou.

O final de “A Ponte entre Reinos” é desesperador e deixa a gente louca pelo próximo livro, que consegue ser tão bom quanto o primeiro, embora tenha um foco diferente. Obviamente, não posso contar o que acontece, mas estejam preparados pra um foco maior na ação e nas tretas políticas do que no romance. Só tirei uma estrela de “The Traitor Queen” porque achei que o final podia ser um pouco mais desenvolvido. Não é que as coisas sejam corridas, como acontece com alguns autores que têm pressa pra resolver tudo, mas senti falta de mais cenas de Lara e Aren. Ainda assim, tenho certeza que vocês vão amar o segundo livro também. Leiam tudo, não vão se arrepender! Só precisamos torcer pra editora Seguinte trazer logo essa continuação pra gente.

Confiram a sinopse dos livros a seguir, mas aconselho a lerem somente a de “A Ponte entre Reinos” para não receberem nenhum spoiler da série.

A Ponte entre Reinos

Sinopse:

No primeiro volume desta aguardada série de fantasia, uma princesa vive um romance ardente com aquele que jurou destruir.

Lara é uma princesa treinada para ser uma espiã letal. Ela tem duas certezas:

1) o rei Aren de Ithicana é seu maior inimigo;

2) ela será a responsável por destruí-lo.

Por ser a única rota possível num mundo assolado por tempestades, a ponte de Ithicana gera poder e riqueza ― e a miséria dos territórios vizinhos, entre eles a terra natal de Lara. Então, quando é enviada para cumprir um acordo de paz e se casar com Aren, Lara está decidida a descobrir todas as fraquezas desse reino impenetrável.

Mas, conforme se infiltra em seu novo lar e entende o preço que Ithicana paga para manter o controle da ponte, Lara começa a questionar suas convicções. E, quando seus sentimentos por Aren passam da hostilidade para uma paixão intensa, ela terá de escolher qual reino vai salvar ― e qual vai destruir.

Compre aqui.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

The Traitor Queen

Sinopse:

Uma rainha agora exilada como traidora, Lara viu Ithicana ser conquistada por seu próprio pai, impotente para fazer qualquer coisa para impedir a destruição. Mas quando ela descobre que seu marido, Aren, foi capturado em batalha, Lara sabe que há apenas uma razão pela qual seu pai o mantém vivo: como isca para sua filha traidora.

E é a isca que ela pretende pegar.

Arriscando sua vida nos Mares da Tempestade, Lara retorna a Ithicana com um plano não apenas para libertar seu rei, mas para libertar o Reino da Ponte das garras de seu pai usando suas próprias armas: as irmãs cujas vidas ela poupou. Mas não só o palácio é inescapável, como há mais jogadores no jogo do que Lara imaginava, inimigos e aliados trocando de lado na luta por coroas, reinos e pontes. Mas seu maior adversário de todos pode ser o homem que ela está tentando libertar – o marido que ela traiu.

Com tudo o que ela ama em perigo, Lara deve decidir por quem – e pelo quê – ela está lutando: seu reino, seu marido ou ela mesma.

Compre ou baixe pelo Kindle Unlimited aqui em inglês.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟

E é isso, meus amores! Agora me contem se vocês já leram esta série ou se ficaram com vontade de ler depois desta resenha. Obrigada pela visita, beijos e até o próximo post 😘😘😘

5 comentários sobre “Resenha: Duologia A Ponte entre Reinos (A Ponte entre Reinos e The Traitor Queen), Danielle L. Jensen

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s