Resenha: Uma Lady para me Dar um Coração (Amores em Kent #4), Tatiana Mareto

Oi, meus amores! Tudo bem? ❤

Voltei com mais uma resenha dessa série que eu tanto amo, espero que gostem de conhecer mais um dos romances de época maravilhosos que fazem parte dela!

Sinopse:

Wilhelmina McFadden é a irmã mais jovem do conde de Cornwall. Tendo quatro irmãos, foi criada com excessiva proteção e cuidado por eles. É uma dama perfeita: bem educada, bem nascida, com um dote significativo e muito bonita. Mas Wilhelmina já está na sua terceira temporada e não conquistou um pretendente. Isso porque todos os homens que se aproximam dela desejam apenas seu dote ou seu sangue azul, mas não oferecem nada interessante em troca.

Tendo convivido com suas cunhadas revolucionárias, ela aprendeu a desejar um pouco mais de um casamento. Mesmo consciente de que se trata de um negócio, ela quer retribuição. Não precisa ser amor – porque ela sabe que poderá nunca se apaixonar por seu marido. Wilhelmina já conheceu o amor, ela é apaixonada pelo filho de um arrendatário, mas sabe que ele não será seu esposo.

Uma noite, uma festa e um escândalo. Wilhelmina é vista em uma posição comprometedora com um cavalheiro misterioso. Nas sombras, ele está de costas e não é reconhecido. O homem desaparece e a deixa só e arruinada para lidar com a família. Ao descobrir o problema, Grant Sawbridge bola um plano.

Ele é um milionário industriário que já conquistou um império, mas não tem herdeiros. Temendo ficar velho demais para se casar, deseja desesperadamente conseguir uma esposa – e ali está uma mulher nobre que pode o alavancar socialmente. Sawbridge é íntegro e honesto, mas é conhecido por seus amigos como um homem sem coração. Mas não pode perder aquela oportunidade – e oferece a Wilhelmina uma proposta de casamento.

Link de compra do e-book: https://amzn.to/3Dn8FDK.

Link de compra do livro físico (cupom: AISHANDO5): https://www.freyaeditora.com.br/uma-lady-para-me-dar-um-coracao-amores-em-kent-4.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Se tem um clichê que eu não enjoo, é o do casamento de conveniência. É uma delícia ver os protagonistas entrando no matrimônio com aquele discurso de “não vou me apaixonar” e quebrando a cara lindamente. A gente sabe exatamente onde as coisas vão dar, mas nunca perde a graça.

Em “Uma Lady para me Dar um Coração”, acompanhamos a história da Wilhelmina, uma jovem lady que nasceu numa das famílias mais ricas e prestigiadas da aristocracia britânica, destinada a se casar com um homem de sangue tão azul quanto o dela. No entanto, ela acabou entregando seu coração ao filho de um dos arrendatários, alguém muito abaixo das expectativas da sua família. Essa relação estava fadada ao fracasso, por isso o rapaz decidiu colocar fim ao romance dos dois antes que alguém descobrisse. Só que Wilhelmina comete um novo erro, deixando-se beijar por um homem no jardim em um dos eventos da temporada londrina. E quando os dois são flagrados, o escândalo estoura sem dó, acabando com todas as suas chances de casamento… Ou seria assim, se um homem poderoso não viesse em seu socorro, propondo um acordo irrecusável.

Grant não nasceu em berço de ouro, mas conquistou respeito e fortuna com muito trabalho duro, ganhando status suficiente para poder circular livremente entre a nata da sociedade londrina. Só que tudo o que conquistou parece perder o significado pela ausência de um herdeiro, por isso, quando descobre o que aconteceu com Wilhelmina, decide aproveitar a oportunidade para ganhar uma esposa respeitável ao mesmo tempo que salva a irmã de um amigo.

E é assim que os dois acabam unidos em matrimônio, mas a cada dia que passam ao lado um do outro, mais difícil se torna manter o coração fechado. Grant é um homem ardente e sedutor que sabe despertar a paixão em uma mulher, e Wilhelmina é tudo que ele poderia sonhar. É linda a forma como eles vão se conectando e se apaixonando um pelo outro, eu amei acompanhar essa história. Me rendeu muitas emoções que eu convido vocês a experimentarem tbm, tenho certeza que não vão se arrepender.

Para que a experiência de leitura seja ainda mais completa, recomendo que leiam também “A Outra Irmã”, um continho que traz a história de dois personagens super especiais de “Uma Lady para me Dar um Coração”. É muito fofo, vocês também vão se encantar. Encontrem esse spin-off aqui.

E é isso, meus amores. Agora me contem: vocês também amam o clichê de casamento por conveniência? 🤔

Publicidade

5 comentários sobre “Resenha: Uma Lady para me Dar um Coração (Amores em Kent #4), Tatiana Mareto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s