Resenha: De Sangue e Cinzas (De Sangue e Cinzas #1), Jennifer L. Armentrout

Oi, meus amores! Tudo bem? ❤

Estou muito feliz porque finalmente chegou ao Brasil o primeiro volume de uma série que eu li este ano e acabou virando uma das minhas favoritas da vida. Me sinto na obrigação de vir aqui dizer o quanto ela é maravilhosa e fazer minha parte para convencer vocês a lerem tipo pra ontem, porque vale muito a pena.

Sinopse:

De Sangue e Cinzas” é uma história de fantasia cativante, repleta de ação, sexy, viciante e inesperada, perfeita para os fãs de Sarah J. Maas. Esperado ansiosamente pelos leitores, o livro venceu o Goodreads Choice Awards na categoria Melhor Romance.

Uma donzela…

Escolhida desde o nascimento para inaugurar uma nova era, a vida de Poppy nunca foi verdadeiramente sua. A existência da Donzela é solitária. Nunca ser tocada. Nunca ser vista. Nunca sentir prazer. À espera de sua Ascensão, ela prefere estar entre os guardas,lutando contra o mal que levou sua família, do que se preparar para ser considerada digna pelos deuses. Mas a escolha nunca foi dela.

Um dever…

O futuro de todo o reino repousa sobre os ombros de Poppy, uma responsabilidade que ela nem tem certeza se quer para si mesma, afinal uma Donzela também tem um coração, uma alma e vontades. Quando Hawke, um guardião encarregado de garantir sua Ascensão, entra em sua vida, destino e dever confundem-se com desejo e necessidade. Ele incita a raiva dela, faz com que Poppy questione tudo em que acredita e a provoca com o que é proibido.

Um reino…

Abandonado pelos deuses e temido pelos mortais, um reino caído está se erguendo mais uma vez, determinado a retomar o que é seu por meio da violência e da vingança. Conforme a sombra dos amaldiçoados se aproxima, os limites entre o proibido e o tolerável se tornam cada vez mais turvos. Poppy não só está prestes a se tornar indigna pelos deuses, como sua vida fica cada vez mais ameaçada à medida que os fios embebidos de sangue que mantêm seu mundo unido começam a se desfazer.

Link de compra: https://amzn.to/3ngYEmp.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Em “De Sangue e Cinzas”, nós acompanhamos a história da Poppy, uma jovem que perdeu os pais de forma trágica quando era criança e, por pouco, não acabou sendo morta também. Seu corpo carrega inúmeras cicatrizes como prova da “sorte” que teve em continuar viva e, principalmente, em não ter se transformado numa das criaturas sanguinárias e terríveis que assolam o reino de Solis. O único familiar que sobrou a Poppy é um irmão que também conseguiu escapar da matança.

A rainha cuidou pessoalmente da Poppy e do irmão por consideração à mãe deles, que era uma de suas damas de companhia mais queridas, mas há alguns anos os dois foram enviados para outra região do reino para aguardar a Ascensão, um ritual que não é bem explicado, mas que torna as pessoas mais fortes e dá uma expectativa de vida bem longa a elas. E no caso de Poppy, isso é ainda mais extraordinário…

O fato de Poppy ter sobrevivido ao ataque que matou seus pais é considerado um verdadeiro milagre e prova que ela é especial de alguma forma. Por causa disso, ela leva uma vida bem diferente das demais jovens da sua idade: passa a maior parte do tempo presa no quarto, só pode usar branco e não pode conversar nem mostrar o rosto pra maioria das pessoas. Poppy sabe que deveria se sentir honrada, mas tudo isso a sufoca e a faz se perguntar se realmente é digna do papel que foi destinado a ela. Mas quem disse que ela é do tipo que fica quietinha e obedece regras sem questionar?

Não, Poppy é uma guerreira, no sentido literal (ela sabe usar uma faca como ninguém) e na coragem. Ela desafia o destino e luta pelo que acredita mesmo sabendo o quanto isso pode sair caro para ela. Enquanto pensam que ela está quietinha no quarto com seu veuzinho branco, a bicha está aprendendo a lutar, ajudando o povo ou fazendo visitinhas a tavernas e descobrindo o prazer nos braços de certo moreno sarcástico de passado sombrio que ela conhece logo no começo do livro.

Inclusive, se você já leu um livro em que torceu pra mocinha ficar com o vilão e ficou com vontade de ler uma história assim, seus problemas acabaram! O “mocinho” de “De Sangue e Cinzas” é a perfeita definição de anti-herói. Ele quer, sim, um mundo melhor, mas a forma que encontra para lutar por isso é no mínimo questionável. Ele faz umas coisas que, meu Deus do Céu! Ainda assim, é impossível não amar esse homem que leva o nível de cadelice pela mocinha a outro patamar. Vocês vão ficar chocados com o que ele é capaz de fazer com quem sequer olha feio pra ela!

“De Sangue e Cinzas” traz aquele combo que a gente ama: um enemies to lovers (inimigos para amantes ou o bom e velho casal cão e gato) de respeito, com direito a tiro, porrada e bomba (mentira, mas tem facada) + romance escaldante (quem acha “Corte de Espinhos e Rosas” hot, precisa ler esta história pra ver o verdadeiro significado de fogo no parquinho) + moreno sarcástico de passado sombrio que a gente quer arrastar a cara no asfalto uma hora e na outra quer abraçar + mocinha forte que cresce horrores ao longo dos livros. É simplesmente impossível não viciar na leitura!

Sobre a parte fantástica da história, eu achei ok, mas o foco maior é no romance mesmo, principalmente nos dois primeiros volumes da série. Eu confesso que achei o plot de “De Sangue e Cinzas” um pouco previsível, mas isso não diminui meu amor por essa história nadinha, até porque o terceiro livro chega na avoadora com um monte de reviravoltas realmente chocantes e um senhor plot de treta. Se é de guerra que vocês gostam, prometo que vale a pena esperar.

E é isso, meus amores! Agora me contem: vocês já leram ou têm vontade de ler “De Sangue e Cinzas”? Me deixem recomendações de outros livros no mesmo estilo se conhecerem. Obrigada pela visita, beijos e até o próximo post! 😘😘😘

3 comentários sobre “Resenha: De Sangue e Cinzas (De Sangue e Cinzas #1), Jennifer L. Armentrout

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s