Resenha: Trilogia Irmãos Anetakis, Maya Banks

Oi, meus amores! Tudo bem? ❤

Vim falar com vocês sobre uma trilogia de romance contemporâneo que li por indicação da Silvana Barbosa, que fez um post super engraçado sobre gregos lindos e podres de ricos e suas vinganças “terríveis” que envolvem temporadas em suas ilhas particulares paradisíacas, banhos de loja e noites quentes na cama deles. Eu fiquei curiosa para ler algo assim, e ela logo falou que a Maya Banks tinha uma série nesse estilo, então aqui estamos nós!

Essa daqui é meio antiguinha, ainda da época dos romances de banca, e mostra que esse fascínio exercido pelos CEOs não começou com “Cinquenta Tons”, não, a gente apenas os conhecia por outro nome. E os irmãos Anetakis são três deliciosos exemplares da categoria, administrando juntos o império hoteleiro da família, que não deixa tempo para nenhuma outra preocupação. Ou assim eles pensam, até encontrar mulheres muito especiais que viram suas vidas organizadas e perfeitas de cabeça para baixo…

Só preciso dar dois avisos antes de apresentar cada um dos livros pra vocês. O primeiro é que se tratam de romances curtos e cheios de clichês, em que as coisas acontecem rápido mesmo. Quem está acostumado a ler romances de banca, sabe que esse é o padrão desse tipo de história. E a segunda coisa é que a trilogia pode ser comparada às novelas do Manoel Carlos: tem suas qualidades, mas também traz comportamentos que refletem a época em que foram escritos e que hoje soam ultrapassados. Precisamos relevá-los para aproveitar a leitura.

Agora sim, bora falar sobre os livros!

Traição

Sinopse:

Mentiras, sedução e um homem inesquecível. Como se não bastasse Marley Jameson ter traído a confiança de Chrysander Anetakis e estar grávida dele, ela foi acometida por amnésia. A antiga amante do magnata grego vendeu segredos da empresa dele e depois foi expulsa de sua vida, mas agora não se lembra de nenhum de seus atos. Chrysander percebe uma ótima oportunidade para se vingar, por isso inventa uma mentira inofensiva: diz para Marley que já estavam noivos antes de ela ter perdido a memória. Para completar seu plano de acerto de contas, ele a leva para sua ilha particular, onde não só aguardará o nascimento do bebê, como também aproveitará a súbita devoção de Marley antes de se livrar dela de uma vez por todas. Só havia um pequeno detalhe não previsto por Chrysander…

Avaliação: 🌟🌟🌟

Em “Traição”, conhecemos Chrysander, o mais velho dos irmãos Anetakis. Ele conheceu Marley e se apaixonou perdidamente por ela, mas relutou em confessar o quão importante ela havia se tornado para ele. Quando encontrou na bolsa da jovem documentos comprometedores que a ligavam a vazamentos de informações sigilosas que ocasionaram prejuízos milionários à empresa da família, acreditou que havia tomado a melhor decisão e a chutou para fora de sua vida de vez… Ou assim ele acreditava.

Três meses após descobrir a traição da mulher que amava, a ferida continua doendo no coração de Chrysander, mas no momento em que menos espera, descobre o paradeiro dela de uma forma chocante e, mais do que isso, que ela carrega um filho seu na barriga.

Marley passou os últimos meses nas mãos de misteriosos sequestradores e, embora tenha sido resgatada sem sinais de maus-tratos, a experiência foi traumática o bastante para que ela perdesse a memória quase que por completo, esquecendo-se até mesmo de que estava grávida. Chrysander resolve se aproveitar disso e fingir que eles estavam noivos e prestes a se casar, oferecendo-se para abrigá-la em sua casa até que as memórias retornem. Ele pretende cuidar dela apenas por causa do filho, sem entregar novamente seu coração e sua confiança à jovem, mas o convívio diário faz com que os sentimentos sejam reavivados de forma ainda mais intensa e que ele comece a duvidar da descoberta que fez. Mas, se Marley realmente for inocente, será que ela poderá perdoá-la por tudo que lhe fez?

Leitura leve, rápida, envolvente e sensual, como a maioria dos romances de banca. Consegui relevar algumas atitudes questionáveis e posicionamentos ultrapassados do mocinho e aproveitar a experiência. Em resumo, foi uma boa distração.

Rebeldia

Sinopse:

O magnata Theron Anetakis tinha apenas um problema… que acabara de entrar pela porta. Com a aquisição de sua empresa concluída, ele planejava negociar um casamento para garantir seu futuro. Contudo… a pequena Isabella Caplan tornara-se uma gata voluptuosa com os próprios planos, e eles não incluíam deixar que o executor do testamento de seu pai lhe arrumasse um casamento com outro homem! Ela desejava Theron há tempo demais. Era hora de seduzir o ardente empresário e deixá-lo de joelhos.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

“Rebeldia” é meu livro favorito da série porque traz uma mocinha decidida e cheia de iniciativa, que corre atrás do que quer sem medo de ser feliz. Isso rende muitas cenas incríveis, que me divertiram horrores. Eu simplesmente amei!

Aqui temos a história do Theron, o irmão caçula. Ele está querendo se assentar na vida e, para isso, planeja se casar com uma mulher “adequada” e de boa família. Só não contava com a entrada de um furacão em sua vida: Isabella, uma espécie de afilhada dos Anetakis, que são responsáveis pela gestão de sua fortuna até ela atingir 25 anos ou se casar.

Isabella sempre amou Theron e decide que chegou a hora de conquistá-lo. Para isso, finge estar interessada em comprar um apartamento e encontrar um marido, pedindo a ajuda de Theron para isso, mas aproveitando cada oportunidade para atiçar seu desejo e enlouquecê-lo. Essa parte me fez rir muito, por se tratar de um romance contemporâneo. Desde quando fazemos casamentos arranjados no presente? No entanto, nosso grego enxerga isso com a maior naturalidade possível.

É delicioso ver o Theron com ciúme dos pretendentes, ou melhor, de um pretendente específico de Isabella, mas ainda assim relutante em admitir que gosta dela e decidido a prosseguir o noivado com uma mulher que não lhe desperta sequer uma faísca. Ver homem sofrendo por ser lerdo é maravilhoso! Contudo, quando ele finalmente cede à tentação, as coisas pegam fogo de vez. Vocês irão adorar ver isso!

Revelação

Sinopse:

Após uma noite inesquecível, Jewel Henley descobriu que o exótico desconhecido com quem dividiu a cama era seu novo chefe, Piers Anetakis. Antes que pudesse explicar, Jewel estava desempregada… e grávida! Depois de cinco meses, Piers consegue localizar a mulher que fora sua amante naquela noite. Determinado a reparar os erros cometidos, ele é confrontado com uma verdade incontestável: Jewel está esperando seu herdeiro! Sua honra grega exige o casamento, mas haveria algo além de luxúria entre eles? E se fosse apenas isso, seria o suficiente para sustentar essa união?

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟

“Revelação” é protagonizado por Piers, o Anetakis do meio. No passado, ele teve seu coração cruelmente partido por uma mulher sem escrúpulos, o que o tornou extremamente fechado e descrente em relação ao amor (nunca vimos isso antes, certo? rss), mas isso não significa que ele não possa ter sua cota de diversão quente e sem compromisso.

Quando Piers encontra uma atraente desconhecida em seu hotel, não hesita em levá-la para a cama, mas quando descobre que ela é sua mais nova assistente, seu rígido protocolo de jamais envolver-se com funcionárias o obriga a afastá-la de si. Aquele deveria ser o fim do interlúdio amoroso dos dois, mas alguns meses depois, ela entra em contato alegando estar esperando um filho dele.

Jewel tinha a intenção de nunca mais ver o homem insensível que a usou e depois a descartou como lixo, mas quando descobre estar com uma gravidez de risco, sozinha e com pouco dinheiro, não tem escolha senão pedir ajuda ao responsável por sua desesperadora situação. Ela só não contava que, para socorrê-la, ele exigisse que se casassem antes.

A convivência dos dois é mais agradável do que acreditavam que seria a princípio, e o desejo que sentem um pelo outro desde que se viram pela primeira vez não demora a evoluir para algo mais. No entanto, a decepção que sofreu no passado faz com que Piers fique se perguntando se realmente é o pai da garotinha que Jewel carrega no ventre, e a desconfiança age como um muro entre eles. Será que Piers perceberá que Jewel diz a verdade antes que ela se canse e parta da sua vida?

A Jewel me agradou muito por ser uma mulher forte, apesar de suas fragilidades. Ela se impõe e não aceita ser rebaixada, e ainda tem um lado altruísta que a faz tomar uma atitude em prol de curar a parte ferida do coração de Piers. Tem uma parte em que ela se une às cunhadas para resolver uma situação complicada que é simplesmente maravilhosa. Mesmo querendo bater no Piers em alguns momentos, o final deixou meu coração muito quentinho. Recomendo!

E é isso, meus amores, espero que tenham gostado de conhecer essa trilogia! Mas e aí, vocês conseguem relevar o lado “homem das cavernas” dos mocinhos ou ficam com vontade de tacar o livro na parede? 😂😂😂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s