Resenhas: A Mensagem dos Cravos e Mar Aberto: Entre Corsários e Piratas (Spin-offs da Trilogia As Irmãs Moore)

Oi, meus amores! Tudo bem? ❤

Vim falar com vocês sobre os spin-offs de uma série de época que eu já estou até cansada de panfletar por aqui, de tanto que amo (especialmente certo duque libertino lindo, sedutor, cativante. Ahhh, Charles! 😍😍😍). Estou falando da trilogia “As Irmãs Moore”, que ganhou dois livros extras com personagens secundários que nos conquistaram nos romances principais. Inclusive, já tem a resenha de todos eles no blog, cliquem aqui para conferir.

A Mensagem dos Cravos, Larissa Gomes e BC Siqueira

Sinopse:

De acordo com o conhecimento popular, os cravos eram tidos como sinônimo de boa sorte.
Nicholas sentiu-se o homem mais abençoado do mundo, ao poder comprovar esta sorte.
Ela trazia a referida flor em suas mãos, na primeira vez em que a beijara.

***

Como segundo filho de um duque, Nicholas Batterfield não era um homem ligado a responsabilidades e obrigações. Mesmo com um passado marcado por algumas dificuldades, como a ausência afetiva do pai, orgulhava-se por ser capaz de levar a vida de forma leve, estabelecendo-lhe ritmo conforme a maré ditava, seguindo os ensinamentos ofertados a si durante os anos em que estivera em alto mar.
Entretanto, fora apenas quando se apaixonou pela Srta. Marie Turner, a preceptora de seus sobrinhos, que a mais intensa das ondas o atingiu, formada por sentimentos, com as borbulhas alvas de sua espuma permeadas de amor, carinho e intensa paixão.



Fugindo de sentimentos indevidos pelo irmão mais novo do duque de Cumberland, Marie partiu para a França, mesmo sabendo que, sem seu emprego de preceptora, ficaria mais difícil ajudar a família que muito precisava. A compreensão de que não tivera escolha e de que tratava-se do melhor a ser feito era responsável por provê-la diariamente em suas necessárias doses de determinação.

Entretanto, enquanto a moça buscava aceitar seu destino, Nicholas tentara fazer o mesmo, mas logo descobriu não ser capaz.

O Estreito de Dover poderia encontrar-se entre eles.
Um bom marujo, entretanto, jamais tivera medo de atravessá-lo.

Link de compra: https://amzn.to/2AiQMeb.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

“A Mensagem dos Cravos” é protagonizado por Nicholas, o irmão mais novo do mocinho de “Renascida”, o meu romance favorito da série e um dos que mais gosto na vida (já falei que amo o Charles Batterfield? 😍😍😍). Ainda nesse livro, ele se envolveu com Marie, a preceptora dos sobrinhos. E apesar de corresponder aos sentimentos de Nicholas, no final ela decidiu voltar para a França, por se considerar indigna do amor de um homem tão “acima do nível dela”.

No começo desse livro, já se passaram alguns meses desde a “fuga” de Marie, e Nicholas recebe uma carta de Charles falando que ela pode estar envolvida em problemas. Ele, então, decide partir para a França atrás de Marie, não só para ajudá-la a se livrar da enrascada na qual pode estar envolvida, mas também para reivindicá-la como sua de uma vez por todas. Só que isso será mais difícil do que ele esperava…

Chegando a Paris, Nicholas descobre que Marie está trabalhando num lugar perigoso no qual fica exposta a todo tipo de assédio e, para piorar, ainda está sofrendo nas mãos de um pai horrível e com um sobrinho envolvido com péssimas companhias. Ele percebe que terá mais trabalho do que esperava e que, além de ajudar Marie, terá que fazer o mesmo pela família dela, o que colocará até mesmo sua vida em risco. Mas Nicholas ama tanto essa mulher, que qualquer sacrifício vale a pena para vê-la bem. Sério, eu me apaixonei ao ver tudo o que ele fazia por ela, sem nenhuma garantia de que, no final, Marie escolheria ficar com ele (pelo contrário, muitas vezes ela fica irritada por vê-lo se “metendo” em sua vida, ainda que seja pelo seu próprio bem). Homem maravilhoso que se chama! 😍😍😍

Esse é um romance super fofo e envolvente, que realmente aqueceu meu coração. E nem parece que ele foi escrito a quatro mãos, porque sério, não consegui diferenciar que cenas foram escritas por qual autora. Isso é surpreendente! Tenho certeza que vocês também se encantarão com essa linda história de amor.

Mar Aberto: Entre Corsários e Piratas, Larissa Gomes

Sinopse:

Após um breve período em solo inglês, Ian McLaggen decidiu que já era a hora de voltar para o mar.
Sempre considerando que no mundo não existia nada mais eficaz do que o vai e vem das marés para afastar os infortúnios da alma, não foi difícil ceder ao chamado das águas.
Um coração partido, algumas folhas em branco, dois pedaços de carvão e escassas moedas no bolso eram tudo o que possuía ao embarcar. O escocês sabia que o cenário poucas vezes estivera tão desfavorável, mas ainda se considerava um homem de sorte. Não eram muitos os fugitivos da justiça que conseguiam atravessar grande parte do país sem serem capturados, e havia realizado tal façanha.
Entretanto, se por um lado conquistar um papel de destaque no navio corsário “Joia da Coroa” fora consideravelmente fácil, por outro, enfrentar os problemas que surgiriam a bordo seria um enorme desafio a se provar, principalmente após aquela tarde…
A tarde na qual, sob circunstâncias nada amistosas, a conhecera…

Quando a rivalidade se transforma em admiração, até mesmo os corações mais bravios e valentes podem se assustar.

No mais hostil e improvável cenário, poderia surgir uma história de amor?

Link de compra: https://amzn.to/2MuQkQf.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

“Mar Aberto: Entre Corsários e Piratas” traz a história de Ian, nosso highlander bruto, mas de coração mole, que teve o coração partido no final de “Adequada”. Aqui ele cansou de se esconder e resolveu voltar para o mar, trabalhando como corsário num navio capitaneado por um homem de conduta um tanto duvidosa. Quando eles afundam um navio pirata, acabam fazendo vários prisioneiros, entre eles a chefe, Morgana, uma mulher perigosa e dona de um temperamento terrível. Para salvá-la das péssimas intenções dos outros tripulantes (eles estão há meses sem ver mulher, aí vocês já podem imaginar o que querem, né?), Ian a aceita como “prêmio” pelos bons serviços prestados.

Morgana não vê as coisas da mesma forma que Ian e não fica nada feliz em ter o destino ditado por um homem que despreza, por isso decide fazê-lo comer o pão que o diabo amassou em sua mão. Quem curte casais cão e gato, vai se refestelar, porque esses dois não se cansam de brigar. Mas é claro que, entre uma troca de farpas e outra, começa a surgir uma atração irresistível à qual, uma hora ou outra, acabarão sucumbindo. Aí, minha gente, é fogo no parquinho! E bota fogo nisso…

Uma coisa que gostei muito na história, foi o fato de a Morgana ser uma mulher preta, coisa rara nos romances de época. Mas além da representatividade, “Mar Aberto: Entre Corsários e Piratas” me prendeu pelo clima de perigo, aventura e vingança (vocês vão entender quando chegarem a certa altura da história), que dá uma aura bem diferente ao livro. Ele é maravilhoso, sério! Está mais do que recomendado, eu adorei fazer essa leitura (a Larissa nunca erra, né?).

Ah sim, não posso deixar de falar que vocês não devem estranhar se o final parecer aberto ou se sentirem que faltou alguma coisa (o reencontro com os amigos, por exemplo), é porque teremos uma continuação que deve se passar na Escócia. Eu estou louca por ela, amo histórias que são ambientadas nas Highlands!

E é isso por hoje, meus amores! Mas e aí, vocês preferem romances fofos ou curtem mais os casais brigões? 🤔🤔🤔

2 comentários sobre “Resenhas: A Mensagem dos Cravos e Mar Aberto: Entre Corsários e Piratas (Spin-offs da Trilogia As Irmãs Moore)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s