Resenha: Série Montgomery e Armstrong, Maya Banks

Oi, meus amores! Tudo bem com vocês? ❤

Eu finalmente vim trazer a resenha da minha série de época favorita. Já fazia um bom tempo que estava devendo ela pra vocês, mas finalmente tomei vergonha na cara. Espero que gostem de conhecer estas duas emocionantes histórias!

Seduzida por um Guerreiro Escocês

Sinopse:

Eveline Armstrong é imensamente amada e protegida por seu clã, mas as pessoas a consideram diferente, pois apesar de ser linda e encantadora, a moça sofreu um acidente que lhe causou sequelas não só psicológicas, mas também físicas, visto que ela ficou surda. Satisfeita com sua vida reclusa, ela aprendeu a ler lábios e permitiu que o mundo a enxergasse como uma tola. Contudo, quando um casamento arranjado a torna esposa de Graeme Montgomery, integrante de um clã rival, Eveline aceita seu destino – despreparada para os deleites que viriam. Enredado pelos mistérios de Eveline, cujos lábios silenciosos são cheios de tentação, Graeme vê seu casamento ameaçado devido às rivalidades entre clãs e agora deverá enfrentar inúmeras adversidades para salvar a mulher que lhe despertou tanto amor.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

“Seduzida por um Guerreiro Escocês” foi o livro que tornou a Maya Banks minha autora de época favorita da vida. Já li quase 300 romances de época e nunca encontrei uma história de amor tão linda, tão tocante, capaz de me emocionar com tamanha força e que aquecesse meu coração com a mesma intensidade, à exceção do segundo livro da mesma série, “O Mais Desejado dos Highlanders”.

Eveline é um exemplo de inteligência e de força tanto quanto um exemplo de ternura e de delicadeza femininas. E eu adoro esse tipo de mocinha, que não precisa gritar, esbravejar ou pegar uma espada para se impor e provar sua força, embora ela tenha, sim, seus momentos de fúria em que faz tudo isso, e é uma delícia ler essas cenas. Só que essa brutalidade não é algo que a define, e sim sua doçura, seu coração apaixonado e sua vontade de provar seu valor e conquistar um espaço no meio de seu clã. A representatividade trazida por ela é outro ponto que torna esta história ainda mais especial. Quando lerem, não deixem de conferir as notas finais da autora em que fala sobre sua experiência pessoal com o marido, que também tem deficiência auditiva e foi sua inspiração na criação de Eveline.

Graeme é o típico guerreiro highlander forte, poderoso, que se prova por meio da espada, mas também é um líder justo, que não oprime os mais fracos, tem um amor imenso pela família e que, quando se apaixona, é capaz de tudo para proteger sua mulher e fazê-la feliz; e tudo isso sem subjugá-la. A forma como a Maya Banks construiu a história de amor entre a Eveline e ele é muito bonita. Eu amei ver a forma como ele nunca a culpou pelos erros de sua família e foi capaz de conter seu próprio desejo para não se aproveitar de uma mulher ingênua e incapaz de entender a intensidade da sua paixão, mas que quando descobriu em Eveline uma mulher tão ávida de amor quanto ele, entregou-se de corpo e alma aos sentimentos que os uniam.

A escrita da autora também é maravilhosa, super fluida e gostosa de ler, e me fez devorar as páginas. É o tipo de livro que começamos a ler e não conseguimos parar até chegar à última página. O romance é o foco principal, mas Maya também explora muito as relações familiares, as disputas entre clãs e nos brinda com uma obra completa em todos os sentidos. Sem dúvida, um dos melhores romances de época já escritos!

O Mais Desejado dos Highlanders

Sinopse:

Em “O Mais Desejado dos Highlanders”, uma mulher conformada em viver nas sombras mostra o verdadeiro significado do amor a um guerreiro sedutor. Genevieve McInnis está presa no castelo McHugh, no cativeiro de um líder cruel que tem grande prazer em mantê-la distante de qualquer outro homem. Mas, quando Bowen Montgomery invade os portões em uma missão de guerra, Genevieve redescobre a vontade de viver. A sensualidade robusta de Bowen atiça nela uma sensação profunda que anseia por ser prolongada mediante carícias pacientes e gentis. Algo quente, louco e tentador. Bowen toma conta do castelo de seu inimigo, despreparado para a misteriosa e reclusa mulher que captura seu coração. Ele está encantado com sua determinação feroz, sua beleza incomum e sua força silenciosa e infalível. Contudo, para cortejá-la, será necessário mais do que a habilidade de um sedutor experiente. Ele descobre que amar Genevieve significa devolver a liberdade que lhe foi roubada, mesmo isso que signifique perdê-la para sempre.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Mais do que um romance, “O Mais Desejado dos Highlanders” é uma história de cura. Genevieve é uma mulher que foi tirada do seio de uma família amorosa para ser abusada e maltratada da pior forma por um homem monstruoso e, mesmo com a morte de seu algoz, está quebrada demais para poder redescobrir o significado de coisas como liberdade e alegria. No entanto, a chegada de um belo e poderoso guerreiro vai lhe trazer uma nova chance de ser feliz.

Bowen é enviado pelo irmão ao clã McHugh em busca de justiça contra seu laird, que permitiu que o filho raptasse e ferisse sua cunhada. Mas chegando lá descobre que o homem partiu com seus melhores guerreiros, deixando para trás um grupo formado principalmente por mulheres, crianças e idosos. Enquanto todos se acovardam, apenas uma mulher é capaz de enfrentá-lo e implorar por clemência para o clã, e a coragem dela desperta a curiosidade e o respeito do guerreiro. E quando conhece sua triste história, Bowen decide se tornar responsável por devolver o sorriso ao seu rosto, mas o preço para isso pode se tornar alto demais quando uma inesperada descoberta vem à tona.

“O Mais Desejado dos Highlanders” conseguiu ser ainda mais emocionante do que o livro anterior. Poucas vezes eu chorei tanto lendo uma história. Aqui testemunhamos até onde a maldade humana pode ir. Mesmo com a morte de seu abusador, o tormento de Genevieve estava longe de acabar, porém apesar de todo o sofrimento, ela conserva uma força e uma coragem enormes, e uma empatia por um povo cruel que merecia sofrer a ira dos Montgomery tanto quanto seu líder covarde.

Eu me encantei por Bowen quando vi a forma como ele foi capaz de colocar a felicidade de Genevieve acima de seus próprios desejos, arriscando-se a perdê-la para lhe dar o que, mesmo sem saber, ela realmente precisava. Maya construiu esse romance de forma extremamente responsável e sensível, mostrando que a cura da alma não é um processo rápido e instantâneo, e que o verdadeiro amor não é egoísta e muitas vezes requer sacrifício, mas que o preço sempre vale a pena. Tenho certeza de que, se derem uma chance, essa linda e comovente história tocará o coração de vocês tanto quanto tocou o meu.

E é isso, meus amores! Espero ter convencido vocês a darem uma chance à série, porque realmente vale a pena. São romances extremamente bonitos e sensíveis que merecem ser lidos por todos. E o bom é que os dois estão disponíveis no Kindle Unlimited, o que facilita bastante para quem está com a grana curta (cof cof, eu). Agora, se vocês já tiveram a oportunidade de ler, me contem o que acharam.

Obrigada pela visita, beijos e até o próximo post! 😘😘😘

4 comentários sobre “Resenha: Série Montgomery e Armstrong, Maya Banks

  1. Eu comprei esses livros (e os outros 3 da outra série que a editora lançou) depois de ver o quão bem vc falava da autora. Ainda não li, mas agora estou mais ansiosa pra conferir. Esse ano já não coloco mais nada na minha lista de leitura, pq a covid mês passada atrasou meu cronograma e até hoje ainda não consegui pegar nada novo pra ler. Mas ano que vem com certeza a Maya Banks vai entrar na meta de leitura! ❤️

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    Romantic Girl

    Curtido por 1 pessoa

    1. Te entendo totalmente, este ano complicado tbm atrasou minhas leituras. Mas, nossa, tomara que você ame estes livros! Sei que prefere os mais leves e divertidos, mas espero que curta também histórias mais emocionantes como essas duas. Sobre os livros da outra série (Irmãos McCabe), eu tenho problema com alguns acontecimentos do primeiro livro, mas os outros dois são maravilhosos. Aviso só pra o caso de não gostar, não desistir. Já Seduzida por um Guerreiro Escocês e O Mais Desejado dos Highlanders são ambos perfeitos 😍😍😍

      Curtido por 1 pessoa

      1. Eu devo começar pela outra Trilogia, pq gosto de ler por ordem de lançamento. E valeu pelo aviso, hehe. Pode deixar que não vou abandonar essas leituras, não.

        =)

        Suelen Mattos
        ______________
        Romantic Girl

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s