Resenha: Um Amor Destinado (Amores Irresistíveis #4), Aline Rubert

Oi, meus amores! Tudo bem com vocês? Vim trazer a resenha de um romance de época extremamente fofo e apaixonante. Os livros anteriores da série “Amores Irresistíveis” já foram resenhados no blog e no Instagram, cliquem aqui para conferir.

Sinopse:

John Longmore sempre foi apaixonado por Nicole, e vê-la se casar com seu irmão não foi nada fácil. Sim, ele entendia todas as razões pelas quais aquilo aconteceu e via que ela estava feliz assim, mas seu coração partido dizia que nunca iria amar novamente. Ao menos, foi o que pensou até reencontrar Mary.
Mary Ann Morgan, uma americana que ele encontrara em uma viagem, era uma das mulheres mais a frente de seu tempo que ele já havia visto. Ela gostava de cavalgar, treinava lutas e, vez ou outra, até usava calças! Um absurdo para a sociedade londrina, à qual ela teria que se adaptar após vir morar com os tios.
Um escândalo os reaproximou, sendo ele o único capaz de ajudá-la quando as coisas ficaram difíceis, prendendo-os numa relação que, talvez, mostrasse que o que sempre buscaram não estava tão longe quanto imaginavam.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Quando conheci o John em “Um Conde Entre Paredes”, me apaixonei completamente por seu jeito cavalheiresco, protetor e apaixonado, capaz de tudo para fazer a mulher que amava feliz, inclusive de abrir mão dela em prol do homem que realmente dominava seu coração. Sofri demais ao ver como perder Nicole o devastou e torci para que ganhasse um livro próprio, onde finalmente encontraria uma mulher que retribuiria seus sentimentos e o brindaria com a felicidade tão merecida, então devem imaginar como vibrei ao saber que a Aline Rubert finalmente escreveria sua história; e eu não poderia tê-la amado mais.

Um personagem tão incrível e maravilhoso como John merecia uma mulher igualmente especial, e eu confesso que fiquei com um medinho de que a mocinha não fosse estar à altura dele, mas Mary me conquistou de cara. Uma americana geniosa e espevitada com ideias e sonhos avançados demais para o século em que nasceu, e que, justamente por isso, acabará se iludindo facilmente e sofrendo uma grande desilusão amorosa, tendo sua reputação destruída perante a sociedade inglesa.

John conheceu Mary em uma viagem que fez aos Estados Unidos há alguns anos, e o jeito espontâneo e sem filtro da jovem o cativou instantaneamente, tornando-os grandes amigos que continuaram a se corresponder regularmente após a partida do lorde. Quando Mary aparece a sua porta numa noite chuvosa, sozinha e completamente destruída, ele não pode fazer nada senão acolhê-la em seus braços e em sua casa, para que não fique desamparada após ser renegada pela família.

Resignado quanto ao fato de que nunca mais encontrará uma mulher capaz de tocar seu coração, John decide propor a Mary um casamento de fachada, como forma de restaurar sua honra perdida e ajudá-la a recuperar os bens herdados de seu pai. Após relutar um pouco, a jovem acaba aceitando, afinal, em uma sociedade em que os matrimônios costumam ser tratados como um negócio financeiramente vantajoso, uma relação pautada pela amizade já é um avanço e tanto. Assim, os dois “fogem” para a Escócia como se fossem um casal apaixonado que não pode esperar para ficar junto e consolidam o enlace.

Ai, gente, esses dois são tão fofos, sério! Eu adorei ver a amizade evoluindo, pouco a pouco, para um sentimento ardente e poderoso que os dois demoram a reconhecer que sentem. Tudo acontece de forma tão bonita e natural, que é impossível não se apaixonar junto. É uma leitura muito fluida e gostosinha, cheia de cenas divertidas, já que Mary e John têm uma relação super leve e uma intimidade conquistada em anos de amizade. Eles brincam muito um com o outro e se divertem como crianças em alguns momentos, mas, quando finalmente se rendem à paixão, as coisas pegam fogo também. Já falei que amei? Virou de longe o meu favorito da série.

“Um Amor Destinado” tem ainda um epílogo maravilhoso, que mostra todos os casais que conhecemos ao longo desta jornada iniciada há dois anos e encerra as coisas de uma forma sensacional. Eu vou morrer de saudade de todos eles! Só me resta torcer para que a Aline escreva mais histórias incríveis e cativantes como esta.

E aí, gostaram de conhecer este livro? Ele está disponível em e-book na Amazon: https://amzn.to/3fWmMnw. Se derem uma chance, não deixem de me contar o que acharam. Obrigada pela visita, beijos e até o próximo post! 😘😘😘

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s