Resenha: Apenas Mais uma Noite, Loreena Bell

Oi, meus amores! Tudo bem com vocês?

Vim trazer mais uma resenha de autora parceira. Inclusive, preciso pedir desculpa por estar em falta com algumas (cof cof, várias) de vocês. Estou tentando resolver as pendências, porém precisarei de um pouco de paciência, porque estou devendo muita coisa e minhas leituras não estão fluindo tão bem quanto deveria. Mas, aos poucos, prometo ir colocando tudo em dia. Desde já, agradeço por não desistirem de mim.

Agora sim, bora saber mais sobre este livro incrível! ❤

Sinopse:

Anthony Carter, marquês de Windcliff, era conhecido pelo famigerado apelido de demônio dos olhos negros. A impiedosa fama o precedia, e os boatos de que não tinha um coração tornavam-se ainda mais populares entre a sociedade inglesa.
Quando Anthony conhece, de forma inusitada, a jovem Annie, ele se vê obrigado a ajudá-la, oferecendo-lhe um emprego de criada em sua própria mansão.
A senhorita de língua afiada e postura altiva não se deixa intimidar pelos modos rudes e, por vezes, cruéis do marquês, fazendo-o crer que, talvez, ela seja a única pessoa a enxergar a vida pelos mesmos olhos atormentados que ele.

Um doce amor que nasce da mais perturbadora escuridão.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Já vi algumas pessoas reclamarem que os romances de época são sempre iguais, previsíveis e cheios de clichês (eu concordo em parte, mas é por isso que amo tanto estas histórias, que vêm para nos alegrar e aquecer nosso coração, afinal a vida não é fácil, e acho importante este tipo de leitura para desanuviar a mente da realidade complicada que vivemos, ainda mais em um ano em que tudo virou de cabeça para baixo), então se preparem, porque “Apenas Mais uma Noite” foge bastante ao que normalmente é retratado no gênero e, por causa disso, não é um livro que agradará todo mundo, mas eu, particularmente, adorei (a nota já diz bastante sobre isso, né non?).

Eu não posso contar muito sobre o enredo ou acabarei revelando mais do que deveria, e o legal daqui é justamente se surpreender com as reviravoltas e as descobertas que vamos fazendo ao longo da leitura. Mas basicamente acompanhamos a jornada de Annie, uma jovem que acabou perdendo tudo, inclusive a família, num terrível incêndio que devastou o lugar onde ela vivia, o que acabou levando-a a morar nas ruas. No entanto, nem a dureza de sua nova realidade conseguiu ofuscar a grande beleza de Annie, manifesta, sobretudo, nos luxuriosos cabelos ruivos; por isso, quando a jovem perde toda a esperança e se deita para morrer (ou, ao menos, esse era o desejo dela: dormir e nunca mais acordar), acaba sendo resgatada por uma mulher que é a primeira pessoa a lhe mostrar gentileza desde que foi parar nas ruas, porém logo é revelado que não foi altruísmo que levou a senhora a ajudar Annie.

A mulher em questão é a dona de um estabelecimento para “entretenimento” de homens adultos ou, melhor dizendo, uma cafetina, que acaba se surpreendendo com a aparência de Annie e deseja torná-la uma das suas meninas. Logo que descobre o tipo de lugar em que se encontra, a jovem sente medo e deseja ir embora, porém acaba se acovardando e, antes que perceba, vai parar num quarto, sozinha com um marquês arrogante e sem qualquer empatia pelos menos afortunados. Contudo, Annie consegue tocá-lo ao revelar sua triste história em um discurso ousado, capaz de comover até o mais gélido dos corações.

O marquês em questão é Anthony Carter, um homem com um passado sofrido e uma história tão triste quanto a de Annie. Ele se tornou uma pessoa cruel e solitária ao perder a mulher que tanto amou, e nem a presença da filha é capaz de amenizar a dor que sente. Anthony vive sozinho com dois criados que foram os únicos que se mantiveram fiéis apesar da pessoa horrível que ele se tornou (aliás, eu dei muita risada com as interações entre eles. Tem muitas cenas tristes, mas é divertida a forma como os dois afrontam Anthony, sem se intimidar com quem ele é. Parecem uma verdadeira família, por mais que se espezinhem uns aos outros – ou, talvez, justamente por causa disso). Graças à falta de empregados, a limpeza e a organização da residência do marquês não são das melhores, de modo que uma mão extra seria muito útil, e inicialmente é para isso que ele leva Annie consigo. No entanto, ela não permanecerá na função por muito tempo…

Eu sei que, depois dessa introduçãozinha sobre a história, se torna mais do que óbvio que Anthony e Annie acabarão se envolvendo e vivendo um romance (quem gosta de casais cão e gato, prepare-se, porque esses dois passarão a história brigando um com o outro, o que é bem divertido de acompanhar na maior parte do tempo, mas nem sempre), porém, como eu avisei no início da resenha, as coisas não são simples como parecem. Temos muitas surpresas pela frente, e o desenrolar dos acontecimentos choca em alguns momentos. Temos uma revelação que me arrepiou e me deixou de cabelo em pé. De verdade, eu quase caí para trás. Além disso, Anthony não é um homem fácil de lidar, e muitas das atitudes dele em relação à Annie são bastante questionáveis. Não vou passar pano para o personagem, pois não acho que uma história complicada dê licença a ninguém para cometer maldades, mas, por outro lado, saber tudo o que Anthony passou nos ajuda a compreendê-lo e o faz conquistar nossa empatia, fazendo-nos torcer por ele apesar de tudo. Super recomendo a leitura para quem quer sair da zona de conforto e ler algo envolvente e cheio de momentos divertidos, mas também perturbadores. Uma obra inspirada em “O Morro dos Ventos Uivantes” não poderia ser diferente.

E é isso, meus amores! Espero ter despertado em vocês a curiosidade de saber mais sobre esta história, que está disponível em e-book na Amazon: https://amzn.to/3dXWjF2. Obrigada pela visita, beijos e até o próximo post! 😘😘😘

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s