Resenha: Luca Constantin: Amor Proibido (Spin-off de Warg: Natureza Indomável), Chris Prado

Oi, meus amores! Vim trazer a resenha de um livrão para quem curte romances sobrenaturais, especialmente os protagonizados por vampiros. Já tem um tempinho que li esta história, mas não podia deixar de compartilhar minhas impressões com vocês. Ah sim, o livro anterior, “Warg: Natureza Indomável”, já foi resenhado no blog. Confiram aqui caso ainda não tenham visto. Agora, bora pro que achei do romance ❤

Sinopse:

Contém cenas de sexo explícito. NÃO RECOMENDÁVEL PARA MENORES DE 18 ANOS.

Membro de uma das famílias de vampiros mais antigas e importantes da Europa, Luca Constantin está prestes a ficar noivo através de um acordo arranjado há muitos anos pelo seu pai. Ciente de suas responsabilidades, ele sempre prezou pelos costumes e tradições de sua espécie. Mas até que ponto Luca estará disposto a cumprir com o seu compromisso?

Cătălina é uma humana doce e tímida que, reprimida pelo padrasto, foge e vai parar no castelo dos Constantin. Arrastada por circunstâncias que fogem ao seu controle e prisioneira naquele lugar, ela se envolve, sem querer, em um perigoso jogo de amor, paixão e sedução. Uma armadilha da qual não conseguirá se livrar facilmente.

Resta à garota saber qual é a pior prisão, a do corpo ou a do coração.

Uma paixão avassaladora… Um amor proibido entre um vampiro e uma humana pode dar certo? Luca terá que fazer uma difícil escolha e, para aumentar sua inquietação, um amigo conquistador chega para esquentar os ânimos.

Diferente de Luca, Sebastian é um vampiro rebelde e carismático que gosta de se divertir e preza pela liberdade que tem. Sem limites, ele não segue regras ou se prende a amarras ou tradições. Uma presença que irá agitar as coisas no castelo.

Segredos, escolhas, vícios e perigos. O quanto estes jovens estarão dispostos a arriscar?

E o que fazer quando os sentimentos colocam em risco não apenas reputações, mas vidas?

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟

Como o título diz, este livro é protagonizado por Luca Constantin, o irmão caçula da mocinha de “Warg: Natureza Indomável”, que era apenas uma criança quando o vimos pela última vez. Ele explora mais o mundo dos vampiros e tem um ar de “True Blood” que achei bem interessante desde o romance anterior.

Aqui Luca já é um homem feito (e que homem, meu povo!) e segue a tradição da família, trabalhando como médico. Num dia comum de atendimento, seu caminho se cruza com o de Cătălina, uma linda jovem que chega ao consultório machucada, e, com apenas uma olhada, ele percebe que ela foi cruelmente agredida. Luca oferece ajuda, mas Cătălina relutantemente acaba recusando, como tantas vítimas de violência doméstica fazem. No entanto, ele não consegue tirá-la da cabeça.

Certo evento traumático obriga a jovem a fugir de casa, e, sem querer, ela acaba indo parar no castelo dos Constantin e nos braços de Luca. Só que, desta vez, ele não a deixará escapar tão facilmente…

Cătălina não tem para onde ir, por isso Luca a mantém escondida na torre do castelo, pois seu pai não pode sequer desconfiar da presença da jovem na residência. E enquanto isso, uma forte atração começa a surgir entre ambos. Os dois até tentam resistir ao desejo, mas logo fica claro que se trata de uma batalha perdida. É quando Luca decide iniciá-la nos caminhos do prazer, e um tórrido romance tem início. O problema é manter o coração fora da jogada, uma vez que o vampiro não tem um futuro a oferecer a ela, pois seu destino está traçado desde o nascimento.

A maior obrigação dos vampiros é manter a linhagem pura, porque deles depende o bem-estar dos transformados – vampiros não originais, pessoas que nascem humanas e, entre os quinze e os dezoito anos, podem optar por continuar assim ou serem convertidas (elas são filhas de outros transformados e nascem estéreis, só podendo procriar se forem convertidas). Os noivados são arranjados entre as famílias mais proeminentes, e Luca conhece sua prometida desde sempre, sabendo que qualquer tentativa de fugir ao compromisso está destinada a um fim trágico. Mas quem disse que ele consegue mandar em seu próprio coração?

Nesta história, ainda entra o melhor amigo de Luca, Sebastian, um charmoso vampiro que também se sente atraído por Cătălina. Contudo, não demoramos a descobrir que ele tem assuntos inacabados com alguém do passado, e ainda precisa lutar contra o crescente vício em sangue, que pode levá-lo à cadeia (consumir o líquido carmesim direto da fonte – vulgo pescoço dos outros – é um crime grave; os vampiros têm uma cota certinha de sangue que podem retirar em bancos espalhados pelo mundo, o que existe justamente para evitar a dependência).

Algo que curti muito é que esperava que os amigos fossem entrar em guerra pela Cătălina, e, de forma bem óbvia, o Sebastian viraria um vilão e se daria mal no final, mas isso felizmente não aconteceu. Aliás, esse vampiro delícia tornou-se meu personagem favorito da história. Ele é extremamente sedutor e tem uma moral, por assim dizer, maleável, mas também é muito fiel aos seus amigos e tem um jeito que cativa a gente, sabe? Inclusive, queria muito que ganhasse seu próprio livro com certa personagem que conhecemos aqui, mas, se nunca acontecer, ele já teve um desfecho satisfatório aqui mesmo.

Eu adorei o livro, principalmente o final feliz (entendedores entenderão), mas algumas coisas me incomodaram um pouco ao longo da leitura, como o excesso de cenas de sexo. Se vocês gostarem de livros bem hots, BEM HOTS MESMO, talvez considerem isso um ponto positivo. Uma situação ali no meio, ou pouco depois disso, também me incomodou um pouco: a desonestidade do Luca para com a Cătălina. Temos uma justificativa para isso, mas, ainda assim, estranhei um pouco. Ao menos, isso serviu para ajudá-la a se encontrar e crescer como pessoa.

Recomendo bastante “Luca Constantin: Amor Proibido”, mas já aviso que a Chris Prado tende a fugir do óbvio, portanto leiam com a mente aberta e preparem-se para ser surpreendidos com o desenrolar dos acontecimentos. Todavia, é uma jornada deliciosa, conduzida por uma autora que sabe escrever de uma forma que mexe com nosso coração e realmente nos prende às páginas.

Disponível em e-book na Amazon: https://amzn.to/2zVrF10.

E é isso, meus amores! Não deixem de me contar se já conheciam esta história ou se ficaram com vontade de ler. Obrigada pela visita, beijos e até o próximo post! 😘😘😘

4 comentários sobre “Resenha: Luca Constantin: Amor Proibido (Spin-off de Warg: Natureza Indomável), Chris Prado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s