Trilogia Bastardos & Honrados (Tão Verdadeiramente Minha e Tão Inesperadamente Minha), Flávia Cunha e Silvana Barbosa

Oi, meus amores! Tudo bem com vocês? Vim falar sobre uma série de novelinhas que nos traz a história de três amigos que nasceram “do lado errado do lençol”, mas conseguiram ser legitimados e tornaram-se herdeiros de seus pais (não sei se isso era possível na realidade, mas adorei a premissa, então ignorei esse detalhe). A sinopse da trilogia é:

Na alta sociedade de Londres, não importa quão honrados eles se tornaram, eles seriam sempre os filhos bastardos de seus pais.
Uma amizade que foi forjada na infância e que perdura na vida adulta.
Conheça as histórias de Thomas Wharton, conde de Salisbury, Nathan Tyrant, duque de Montrance, e Andrews Fanton, marquês de Devonshire, na Trilogia Bastardos & Honrados.

Até o momento, foram publicadas duas noveletas (a última se chamará “Tão Encantadoramente Minha” e será escrita pelo Jhonatas Nilson), confiram o que achei delas a seguir ❤

Tão Verdadeiramente Minha, Flávia Cunha

Sinopse:

Todas as fofocas e ofensas proferidas contra ele por conta das circunstâncias de seu nascimento levaram Thomas Wharton para a guerra, o mais distante que conseguiu estar de Londres e de sua família.

A morte de seu irmão, a única pessoa que o amou incondicionalmente, o faz voltar e assumir o título e as propriedades. Agora ele precisa encontrar uma mulher disposta a aceitar um bastardo como marido.

Lady Alice Catherine Leisceshire talvez seja a pretendente perfeita, porém nenhum homem se atreve a se aproximar da jovem por conta dos boatos de que ela foi a responsável pela morte do seu noivo.

Link de compra: https://amzn.to/3c5TnFE.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟

“Tão Verdadeiramente Minha” é uma novela (ou, talvez, até um conto), portanto as coisas acontecem depressa mesmo, sem enrolação e sem aqueles desdobramentos complicados que, muitas vezes, temos nos romances. Leiam já sabendo disso. Aviso dado, preciso dizer que gostei muito desta história e dos personagens. Foi minha segunda experiência com a escrita da Flávia Cunha (a primeira foi um continho sobrenatural chamado “Amante Vampiro”, que recomendo também) e terminei a leitura com vontade de ler mais histórias dela (não é de hoje que namoro certa série com shifters lobo escrita pela autora, então quem sabe não me aventure por ela em breve).

Já comecei o livro morrendo de dó da nossa mocinha, Alice, ao saber o quanto ela sofreu nas mãos de um pai que não se importa o mínimo com a mãe e com ela, e que a vendeu a um homem muito mais velho que, por sorte (ao menos eu vejo assim), morreu antes que de fato chegassem ao altar. No entanto, isso deu a Alice a fama de viúva-negra, fazendo com que muitos acreditassem que, de alguma forma, ela foi a responsável pela morte dele. O que ficou ainda pior quando seu genitor a obrigou a guardar um luto de um ano pelo noivo falecido. Depois disso, ninguém nunca mais demonstrou interesse por ela. Isso até Alice trombar com certo lorde numa sala escura em um salão de baile…

Thomas também tem uma história difícil, pois sofreu muito com o estigma da bastardia, ainda que seu irmão, o herdeiro legítimo, tenha feito com que seu pai o reconhecesse. Thomas não suportou os comentários maldosos da sociedade e decidiu fugir para a guerra, onde um incidente fez com que acabasse se tornando manco, mas o pior de tudo foi o fato de estar longe do irmão em seus últimos momentos. Aliás, a última carta deixada para ele foi muito triste.

Thomas, junto de seus dois melhores amigos, também bastardos, está à procura de uma esposa, e ao trocar um beijo quente e delicioso com certa lady, decide finalmente colocar um ponto final à busca. E vou parar por aqui, antes de entregar a história toda. Só posso falar que achei uma delícia acompanhar o romance desses dois.

Neste livro, também conhecemos as primas de Alice, que protagonizam as próximas histórias. Não vou falar muito delas, porque terão resenha própria, mas gostei muito das personagens. Umas fofas.

Outro personagem que me cativou de cara foi o James, que era o melhor amigo do irmão de Thomas e cuidou dele em seus últimos momentos, o que acabou gerando boatos maldosos de que ambos tinham um romance. Esses rumores perseguem-no aonde quer que vá, fazendo-o sofrer em silêncio. Tadinho do meu neném! Sério, ele merecia ganhar um livro próprio e receber um final feliz. Duvido que não sintam o mesmo ao ler.

Minha única reclamação diz respeito à revisão, que deixou um pouco a desejar. Não foi suficiente para estragar a leitura, mas recomendo que deem uma segunda olhada a fim de corrigir os erros que passaram na primeira.

Tão Inesperadamente Minha, Silvana Barbosa

Sinopse:

Das miseráveis condições de vida nas ruas de Londres até ser reconhecido como duque de Montrance, a vida do bastardo Nathan Tyrant não foi fácil, mas ele felizmente conseguiu superar aquele terrível período.

A saúde frágil de Phoebe Westhbridge fez com que toda sua jovem vida fosse delineada por cuidados extremos e uma sucessão de médicos. Agora adulta, conseguiu vencer suas principais dificuldades e está pronta para conquistar seu lugar ao sol.

Quando seus caminhos se cruzam, talvez eles descubram que embora tenham trilhado estradas diferentes, o destino de ambos pode ser exatamente o mesmo.

Link de compra: https://amzn.to/2zwZm8L.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Cara, que saudade eu estava dos romances regenciais da Silvana Barbosa! Foi só eu começar a ler para perceber isso. Que delícia de história! Literalmente devorei as páginas.

O comecinho já é extremamente cativante, quando conhecemos o pequeno Nathan, que, tão novinho, já sofreu tanto nas mãos da responsável pelo orfanato onde cresceu e do qual fugiu (lava a alma saber que ela pagou por isso). Ele chega a um lugar que abriga órfãos, mas, diferentemente daquele do qual saiu, ali eles são alimentados e cuidados com carinho, tendo licença para serem as crianças que são.

Certo dia, Nathan acaba salvando uma senhora que, em retribuição, começa a ensiná-lo a ler e a escrever. Ele acaba se apegando bastante ao marido e a ela, que retribuem o amor do pequeno e decidem adotá-lo formalmente, já que nunca conseguiram ter filhos. No entanto, nesse mesmo dia, ele esbarra em sua avó biológica e é levado para ser criado pelo seu pai, um duque que sofreu um acidente e, depois disso, tornou-se estéril. Dessa forma, Nathan é separado do casal que o acolheu, mas os dois permanecem para sempre em seu coração. Não vou dar spoiler, mas essa não é a última vez em que ouvimos falar deles.

Os anos avançam, e vemos um Nathan já adulto conhecendo nossa mocinha de uma forma um tanto inusitada: encantando-se pela forma sonhadora como ela admira uma vitrine de doces, o que o faz se perguntar como seria se ela o olhasse com a mesma veneração que concede aos bolos. O que Nathan não sabe é que Phoebe é uma jovem lady que sofreu a vida inteira com problemas de estômago, e o único “tratamento” que funcionou com ela foi uma dieta rígida à base de frutas e legumes. Phoebe acabou de receber a permissão do médico para voltar a comer os doces que ela tanto gosta, e mesmo assim em porções pequenas.

Nathan não consegue tirar a dama misteriosa da cabeça e, por isso, começa a frequentar o dobro de eventos sociais, na esperança de descobrir quem ela é. No entanto, não obtém sucesso na empreitada, porque, devido à saúde, Phoebe afastou-se da sociedade. Só que, quando dois corações estão determinados a bater juntos, num mesmo compasso, o destino dá uma forcinha para que o encontro aconteça. E isso acontece numa festa que o pai da lady oferece no campo. A partir daí, são só suspiros… Leiam e apaixonem-se por este casal tão fofo e por esta história tão viciante! Duvido que não terminem com o coração quentinho e um gostinho de “quero mais” na boca.

E é isso, meus amores! Espero que tenham gostado de conhecer essas duas histórias. Obrigada pela visita, beijos e até o próximo post! 😘😘😘

7 comentários sobre “Trilogia Bastardos & Honrados (Tão Verdadeiramente Minha e Tão Inesperadamente Minha), Flávia Cunha e Silvana Barbosa

  1. Ahhhhh, eu sabia que vc ia amar as histórias! Elas são lindinhas, né?! Eu tô ansiosíssima pelo terceiro livro dos Bastardos. Graças a Deus a espera está chegando ao fim, hehe.
    Ah, sobre a série Lobos de Springville da Flávia Cunha, só digo isso; LEIA!!!! Escolhida Pelo Lobo foi o meu primeiro livro da Flavinha e é meu amor eterno. A trama é muito bem trabalhada e tem todos os elementos pra te manter grudadinha até o final!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    Romantic Girl

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Su! Siiiiiim, as histórias são muito fofas, amei muito!
      Também estou ansiosa pelo fim do mês. Nunca li nada do Jhonatas, mas só vejo avaliações positivas, então tô com altas expectativas. Será que vira queridinho? rss
      E, muié, eu conheci a série da Flávia nuns marcadores que peguei na bienal de 2018. Olha o tempo que estou enrolando pra ler #shame Mas agora estou animada, amo romances sobrenaturais.
      Obrigada pela visita e pelo comentário, beijos.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s