Resenha: A Esposa do Soldado (Os Garretys de Wyoming #1), Merline Lovelace

Oi, meus amores! No mês de março, eu participei da leitura coletiva do livro “A Esposa do Soldado”, primeiro volume da série “Os Garretys de Wyoming”, que foi organizada pela Ana Luiza Ferreira, do Mademoiselle Loves Books (aliás, amo o blog e o ig. Fica a recomendação caso ainda não sigam), e aproveitando o lançamento de “A Filha do Coronel” (comprem aqui), resolvi vir falar o que achei pra vocês. Espero que gostem! ❤

Sinopse:

Determinada a encontrar seu marido desaparecido, Julia Bonneaux e sua filha partem em uma perigosa jornada ao Wyoming. Mas ao chegar ao Forte Laramie, Julia reencontra o Major Andrew Garret, o homem com quem se casara secretamente seis anos atrás, um espião da união que a traíra e que ela acreditara estar morto. Agora ela precisa de sua ajuda, e Andrew se vê dividido entre o dever e o desejo, entre os mal-entendidos do passado e a promessa de um novo começo.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟

“A Esposa do Soldado” foi o primeiro livro lançado pela Cherish Books no Brasil, e a escolha não poderia ter sido mais perfeita, afinal estamos falando de uma autora incrível, que já chegou a ganhar um RITA, prestigiado prêmio literário que possui várias categorias, dentre as quais romances históricos (eles não diferenciam históricos e de época), e já era conhecida por aqui da época dos romances de banca publicados pela falecida Nova Cultural.

É uma história linda, que fala muito de mágoa e perdão, desencontros e recomeços, e se o amor pode sobreviver em meio a tudo isso. Nossos mocinhos têm motivos para se sentirem traídos um pelo outro, devido a acontecimentos trágicos que ocorreram no passado e os separaram de forma abrupta.

Andrew Garrett é um soldado que, durante a Guerra Civil Americana, trabalhou como espião para o Exército da União e foi para Nova Orleans para obter informações secretas. Lá, conheceu e seduziu Julia Robichaud, filha de um rico empresário da navegação, casando-se com ela em segredo. Só que o tio da nossa mocinha descobriu quem ele era e contou a ela, que sentiu-se usada (com razão). O homem previu, acertadamente, que Andrew voltaria em busca de mais informações e montou uma emboscada, atirando em seu peito sem dó quando o viu. Andrew sobreviveu, mas acreditava que Julia havia contado ao tio que ele viria e sido sua cúmplice no atentado à sua vida.

Agora, seis anos depois, Andrew e Julia se reencontram numa situação inusitada e precisam resolver suas diferenças. No entanto, muitas coisas aconteceram nesse período, e eles estão bem diferentes da época em que se viram pela última vez. O casamento dos dois foi anulado, e Julia seguiu em frente, casando-se com outro homem e montando uma vida com ele, união que inclusive gerou uma filha: Suzanne. Aliás, preciso dizer que, enquanto lia, fiquei em dúvida se a menina era mesmo filha do atual marido de Julia ou se Andrew a engravidara na noite de paixão que compartilharam antes de se separarem.

Esperem uma história bastante movimentada, cheia de ação, emoções e reviravoltas. Julia e Andrew terão que passar por muita coisa aqui, afinal nossa mocinha ainda é uma mulher casada, e sua filha é completamente apaixonada pelo pai, por isso não facilitará a aproximação de um estranho. Além disso, terão que enfrentar diversos outros acontecimentos que fogem ao controle deles. Inclusive, eu decidi tirar uma das estrelas na avaliação justamente por não concordar com alguns rumos que a autora deu pra trama. O desfecho de certa personagem, em especial, me deu um embrulho no estômago; foi algo que considerei um tanto desnecessário. Ainda assim, considero uma leitura apaixonante, que mexe com nosso coração de uma forma única. É impossível não torcer para que Andrew e Julia se entendam e recebam seu final feliz, mesmo que isso venha com um preço alto em sangue. Recomendo muito, especialmente para quem quer ler algo diferente dos tradicionais romances regenciais a que a maioria de nós está acostumada (aliás, tivemos uma história legal enquanto fazíamos a leitura coletiva, onde alguém fez a indicação a um conhecido do sexo masculino, que leu e curtiu a história. Isso é bom para mostrar que romance de época não é só “literatura de mulherzinha”, como muita gente diz).

Disponível em e-book na Amazon: https://amzn.to/3brgsTs.

É isso por hoje, meus amores. Vocês já conheciam o livro? Leram ou têm vontade de ler? Contem-me tudo, estou curiosa para saber. Obrigada por lerem até aqui, beijos e até o próximo post! 😘😘😘

Um comentário sobre “Resenha: A Esposa do Soldado (Os Garretys de Wyoming #1), Merline Lovelace

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s