Resenha: Se Houver Amanhã, Sidney Sheldon

Oi, meus amores! Hoje eu vim trazer pra vocês a resenha de um dos meus livros favoritos, escrito por um dos autores que mais adoro (aliás, eu fiz um post incrível falando tudo sobre o Sidney Sheldon e mostrando todos os livros publicados por ele. Cliquem aqui caso ainda não tenham visto). Espero muito que gostem ❤

Sinopse:

A vida da jovem Tracy Whitney muda drasticamente quando, vítima de uma ação criminosa, ela é condenada por um crime que não cometeu. Rejeitada pelo homem que amava e abandonada à própria sorte, Tracy se vê sozinha em um mundo violento e sombrio. Depois de cumprir pena e ter de volta sua liberdade, ela só tem um objetivo: vingar-se dos homens que a colocaram injustamente na prisão. Para isso, ela se torna uma expert em disfarces e especialista em aplicar golpes em empresários inescrupulosos. Mas seus planos podem ir por água abaixo quando o destino coloca em seu caminho um poderoso rival, Jeff Stevens, um irresistível trambiqueiro.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Se Houver Amanhã é Sidney Sheldon em sua melhor forma e, sem dúvida, um dos livros que mais amo na vida. Tracy Whitney é, também, a minha personagem feminina favorita de todos os tempos. Acompanhar a jornada e o amadurecimento dessa mulher inteligente, forte e cheia de camadas é uma experiência literária única e maravilhosa, que junto de O Outro Lado da Meia-Noite, supera a qualquer outra coisa que eu já tenha lido do Sidney Sheldon e de qualquer outro autor do gênero.

O destino de Tracy parece simples, previsível no começo, mas as coisas mudam de tal forma e com tamanha velocidade, que logo tudo se torna impossível de adivinhar. O autor mexe as peças da história de uma forma que nos faz sofrer pela personagem, torcer pelo sucesso de sua vingança e, em seguida, vibrar com os rumos que as coisas tomam e com a mulher que ela se torna, ainda que essa não possa ser definida como politicamente correta.

De uma eficiente funcionária de banco, grávida e de casamento marcado com um homem rico e que parece amá-la o suficiente para enfrentar a família que se opõe à união, à cadeia, sozinha e com um futuro sombrio pela frente, tudo forjado por uma única decisão impulsiva e equivocada, ainda que totalmente justificável: obter justiça para a mãe, que suicidou-se ao perder tudo por causa de um golpe aplicado por um homem sem escrúpulos. E da cadeia para as ruas, quando nem o sofrimento, nem as perdas mostram-se capazes de mudar sua verdadeira essência ou destruir por completo a bondade que carrega dentro de si e ela se dispõe a arriscar a própria vida para salvar alguém inocente. A partir daí, seria apenas trilhar o caminho da vingança e depois seguir em frente, no entanto Sidney Sheldon não escolheu um caminho óbvio, e é isso que fez eu e tantas pessoas nos apaixonarmos tão intensamente pela história.

Se Houver Amanhã nos traz uma trama intensa, cheia de drama, suspense, acertos de contas, jogos de gato e rato entre polícia e ladrão (quem gosta de filmes como Truque de Mestre, Onze Homens e um Segredo e outros do gênero com certeza não conseguirá largar o livro antes de chegar à última página), viradas de mesa e um romance delicioso, que foge ao lugar comum, mas nem por isso é menos apaixonante; pelo contrário, Tracy e Jeff, com sua rivalidade nos “negócios”, alternando-se entre passar a perna um no outro e juntar-se para “obter maiores ganhos” onde seria impossível conseguirem sozinhos, nos faz torcer para que encontrem um tempinho em suas agendas cheias para extravasar toda aquela tensão sexual e render-se aos sentimentos que, desde o primeiro e inusitado encontro, começam a nutrir um pelo outro. Se você ainda não leu, aconselho a largar tudo e começar a fazê-lo neste momento. Mais do que qualquer outra obra, é essa que o tornará um fã incondicional de Sidney Sheldon.

E então, já conheciam esse livro? Se já leram, contem para mim o que acham dele. Agora, se ainda não deram uma chance à história, espero ter despertado em vocês o desejo de fazê-lo, porque, olha, é um livraço. Obrigada por lerem até aqui, beijos e até o próximo post! 😘😘😘

Atualização: eu já postei uma resenha das sequências de Se Houver Amanhã, escritas por Tilly Bagshawe. Confiram aqui, caso tenham interesse.

3 comentários sobre “Resenha: Se Houver Amanhã, Sidney Sheldon

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s