Melhores Leituras de 2019 – Parte 2: Romances Clássicos, Históricos e de Época

Oi, meus amores! Tudo bem com vocês? ❤

Acho que vão querer me bater só de verem o título do post, mas não façam isso, please. Eu sei que prometi postar a segunda parte da lista de melhores leituras de 2019 no dia seguinte ao da parte 1 (cliquem aqui caso ainda não tenham visto), e eu até cheguei a fazer uma listinha, mas depois fui revisá-la e acabei sentindo falta de alguns títulos que também mereciam estar nela, aí fui e fiz um top 20, e não mais um top 15. Só que dois daqueles livros ainda não tinham resenha, por isso decidi fazê-las antes de postar a lista, já que não queria deixar o post ainda maior falando individualmente sobre cada romance. Em vez disso, deixarei os links das resenhas junto aos títulos. Se quiserem saber mais sobre os livros, basta clicar nos links e lá terá tudinho sobre a história e minha opinião sobre ela, beleza? Agora bora pra lista (lembrando que, como a anterior, o único critério de montagem é meu gosto pessoal mesmo. Vocês têm todo o direito de discordar do que eu colocar aqui)!

20º Lugar: Um Duque para Irene (Série Belle Époque #5), Diane Bergher (Resenha aqui)

Sinopse:

Filha de um barbeiro-cirurgião e irmã de uma enfermeira, o maior desejo de Irene é se formar médica. Em busca de seu sonho, Irene se mudou para o Rio de Janeiro com o objetivo de frequentar a Escola de Medicina, onde foi acolhida pela família do seu cunhado, os Gusmão de Albuquerque, e patrocinada por Lady Penélope. Sua determinação é ameaçada com a chegada do charmoso irmão de sua benfeitora. Willian McCrudden, o Duque de Cumberland, é um aristocrata inglês, cujo berço e influência o fazem um dos melhores partidos da Inglaterra. Altivo e comprometido com as tradições e com a linhagem da família, Willian não esperava se sentir atraído por uma jovem sem berço, cuja atividade favorita é irritá-lo, qualidades impróprias para uma futura duquesa. Pessoas de mundos e ideais diferentes que se veem apaixonados e sem saber o que fazer com o forte sentimento que os une.

19º Lugar: Um Marido de Faz de Conta (Os Rokesbys #1), Julia Quinn (Resenha aqui)

Sinopse:

Enquanto você dormia…

Depois de perder o pai e ficar sabendo que o irmão Thomas foi ferido durante uma batalha, Cecilia Harcourt tem duas opções: se mudar para a casa de uma tia ou se casar com um vigarista. Para fugir desses destinos, ela cruza o Atlântico, determinada a cuidar do irmão. Após uma semana sem conseguir localizá-lo, ela encontra o melhor amigo dele, Edward Rokesby, inconsciente e precisando desesperadamente de cuidados. Mas, para permanecer a seu lado, Cecilia precisa contar uma pequena mentira…

Eu disse a todos que era sua esposa.

Quando Edward recobra a consciência, não entende nada. A pancada na cabeça o fez esquecer tudo que aconteceu nos últimos três meses, mas ele certamente se lembraria de ter se casado. Apesar de saber que Cecilia é irmã de Thomas, eles nunca foram apresentados. Mas, já que todo mundo a trata como esposa dele, deve ser verdade. 

Quem dera fosse verdade…

Cecilia coloca o próprio futuro em risco ao se entregar ao homem que ama. Mas, quando a verdade vem à tona, Edward também pode ter algumas surpresas guardadas para a nova Sra. Rokesby.

18º Lugar: A Estrangeira (Damas Perfeitas #4), Nahra Mestre (Resenha aqui)

Sinopse:

Em uma viagem ao Brasil, o barão de Fermoy, Lorde Edward Baldwin, conheceu a irreverente Izadora Senior. Um encantamento imediato, um romance inesperado, uma conexão que parecia já existir de outras vidas.

Quando é obrigado a voltar a Londres, a possibilidade de um reencontro se torna cada vez mais distante. Após anos ansiando por sentir Izadora novamente nos braços, Edward se vê preso a uma rede de intrigas em que precisa escolher entre defender a honra da família ou sucumbir aos seus desejos românticos.

Quando Izadora desembarca em Londres, ocorre o começo e o fim. Edward tornou-se o primeiro-ministro e a brasileira não é uma dama aceitável para um cavalheiro nessa posição.

Impossibilitado de abandonar sua carreira, o barão se vê mais uma vez dividido entre o amor e o dever, mas é incapaz de se afastar da estrangeira irreverente que não segue padrões.

O quarto livro da série Damas perfeitas nos faz enxergar além e que, na verdade, nada é como parece ser.

17º Lugar: Uma Certa Dama (Spin-off O Clube dos Devassos), Chiara Ciodarot (Resenha aqui)

Sinopse:

Barra do Piraí, 1874

Uma moça e um mistério que perpassa gerações, vidas e amores…

Quando chegou à Fazenda da Beira, a única coisa que Eugênia Duarte queria era ter acesso ao dinheiro herdado com a morte dos pais. O motivo? Estaria enterrado numa cova rasa, junto ao colégio para jovens damas onde ela estudava. Porém, não poderia imaginar que haveria dois impedimentos para obter essa herança: a condição de que teria que se casar e a de que seu tio, Luiz Fernando Duarte, não aceitaria de outra forma e nem outro esposo que não ele mesmo.

Luiz Fernando sofreu muito, sendo considerado um dos devassos que mais sentiu o peso da escravidão. Por causa disso, tornou-se um homem fechado, desconfiado e malicioso, que tem a certeza de que o demônio lhe habita. Ao mandar buscar a sobrinha na Corte, Luiz Fernando tem um último plano em mente, o xeque-mate contra a Escravidão, mas para isso, precisa dela e do seu dote. Com a chegada dela, ele se deparará com mais dificuldades do que soluções.

Envolvendo-se numa rede de mistérios e assombrações, ambos descobrirão que ninguém é o que parece.

Este é o spin-off de As Inconveniências de um Casamento, da Coleção O Clube dos Devassos.

16º Lugar: Amor de Fogo e Cinzas (Spin-off Sobre Amor e Lobos), Anne Cross (Resenha aqui)

Sinopse:

Spin-Off da série “Sobre Amor e Lobos”. Pode ser lido separadamente.

Inglaterra, 1176, reinado de Henrique II. O belo John de Barnedale, capitão da guarda do castelo, apreciava a rotina de sua vida. Prezava o dever, a honra e o controle de si mesmo e de todos ao redor. E tinha certeza absoluta de que era capaz de comandar o próprio destino.

Entretanto, em uma manhã comum, um explosivo encontro acontece…

Esse encontro o levará a enfrentar desafios, intrigas inesperadas e a maior de todas as aventuras: um amor proibido.

Poderá esse amor ser maior que todas as suas antigas crenças e, até mesmo, uma tragédia?

Descubra em mais um romance da série Sobre Amor e Lobos. Um romance de aventuras, reviravoltas inesperadas, traições, drama e uma paixão que poderá transformar vidas.

15º Lugar: O que a Guerra me Trouxe, Tania Picon (Resenha aqui)

Sinopse:

O ano é 1914
Madeliene Farries é uma jovem de dezenove que vive uma vida tranquila com a família do irmão no Canadá. Suas únicas preocupações são as colheitas de maçãs, a educação dos sobrinhos e o amor secreto que sente por Christopher Tompson, seu melhor amigo.
Quando, enfim, ele se declara e a pede em casamento, uma terrível notícia recai sobre ambos e Madeline é informada de que o noivo se alistou como voluntário para a grande guerra que eclodiu na Europa, obrigando-os a adiarem o desejo de ficarem juntos.
Entre planos de casamento desfeitos, a partida do noivo, um acontecimento faz com que Madeline decida embarcar também em um navio para a Europa, acompanhando de perto, como enfermeira da Cruz vermelha, o conflito da guerra até o seu final.
Em meio a catástrofes, Madeline acaba percebendo que a vida pode ser breve, que planos podem ser desfeitos e refeitos, mas que nem as grandes tragédias são capazes de matar a capacidade de amar.

14º Lugar: Orgulho e Preconceito, Jane Austen (Resenha aqui)

Sinopse:

Na Inglaterra do final do século XVIII, as possibilidades de ascensão social eram limitadas para uma mulher sem dote. Elizabeth Bennet, de vinte anos, uma das cinco filhas de um espirituoso mas imprudente senhor, no entanto, é um novo tipo de heroína, que não precisará de estereótipos femininos para conquistar o nobre Fitzwilliam Darcy e defender suas posições com perfeita lucidez de uma filósofa liberal da província. Lizzy é uma espécie de Cinderela esclarecida, iluminista, protofeminista.
Neste livro, Jane Austen faz também uma crítica à futilidade das mulheres na voz dessa admirável heroína – recompensada, ao final, com uma felicidade que não lhe parecia possível na classe em que nasceu.

13º Lugar: Bodas de Fogo (Duologia De Laci #1), Deborah Simmons (Resenha aqui)

Sinopse:

Tentando evitar um casamento não desejado após receber um decreto do rei Edward de escolher um de seus cavaleiros, Aisley de Laci escolhe o barão Montmorency, conhecido como o Cavaleiro Vermelho, cuja fama é de que se isolou para ter liberdade de praticar as Artes das Trevas. Na certa, o rei não endossaria um enlace desse e Aisley poderia voltar para sua vida em Belvry.
Reconhecido como um dos melhores em batalha, o Cavaleiro Vermelho isolou-se em Dunmurrow por motivos pessoais. E ele não quer uma esposa, não importa o quão rica ou bela ela seja. Mas mesmo sendo quem era, ele não poderia desafiar a ordem do rei, e uma vez que ela venha a ele, ele toma ― e preserva.
Embora Aisley se recuse a acreditar nas histórias que fazem de Montmorency mais mito do que mortal, ela começa a se perguntar se ele possui poderes misteriosos. Senão, como explicar seus próprios sentimentos crescentes para com seu marido, um homem envolto pelas sombras e do qual ela nunca viu o rosto?
Estaria ela sob um feitiço ou tinha verdadeiramente contraído Bodas de Fogo?

12º Lugar: O Desígnio do Capitão Wannell (Spin-off As Irmãs Wymond), Amy Campbell (Resenha aqui)

Sinopse:

Elizabeth Williams é uma jovem senhorita que teve os sonhos arrancados de seu coração quando era apenas uma menina. Desde tenra idade, conhecera a truculência em sua forma mais cruel, e ainda assim, apesar de todos os seus tormentos, ela encontra uma forma de ter forças tecendo sorrisos de seus devaneios. Quando o capitão Henry Phillips Wannell a conhece em seu retorno à Inglaterra, ele encontra uma razão para estender o que era para ser uma breve estadia. Com sua doçura e delicadeza, Lizzie o envolve de uma maneira inexplicável, mas o medo ainda reside nela, impedindo-a de se aproximar demais. Tudo o que ele deseja é poder dar vida ao que antes era apenas escopo de imaginações. Henry só conseguia pensar que precisava encontrar uma maneira de fazer com que Lizzie o olhasse sem temor nos olhos. Aquilo seria difícil, mas ele estava disposto a tentar.

11º Lugar: Promessas de uma Vida (Consequências #1), Aline Galeote (Resenha aqui)

Sinopse:

Uma desastrosa proposta de casamento obriga Victoria Ashfield a fugir para Londres adotando a identidade de dama de companhia de uma respeitável senhora. Em uma cidade desconhecida, será apresentada aos inocentes prazeres da paixão nos braços de um conde libertino.

Damian Montrose unira-se às forças britânicas contra Napoleão em uma tentativa de frustrar os planos de seu pai após a morte prematura de seu irmão e herdeiro. Modificado pelos horrores da guerra, retorna a Londres para assumir o título ao qual tem direito. Ao conhecer a misteriosa dama de companhia de sua tia, Damian é imediatamente atraído por sua língua ferina e seus irresistíveis encantos.

Quando uma ameaça inesperada é revelada, o poder de uma promessa será a chave para mudar o destino de duas vidas.

10º Lugar: O Duque e a Fugitiva (Trilogia Paixões Improváveis #3), Sara Fidelis (Resenha aqui)

Sinopse:

Maryelen Lorena Somerset, filha do distinto duque de Beaufort, cresceu sob a mão rígida de seus progenitores e foi preparada desde o berço para um casamento político que tornaria sua família ainda mais poderosa.

Sebastian Cavendish, o filho mais novo do duque de Devonshire, surge em sua vida e, ao vê-lo, Maryelen sente que encontrou alguém especial.

Em meio ao florescer dos sentimentos, descobrem que uma união entre os dois não é bem quista pela família da jovem e o destino, com suas intempéries, os separa em uma sucessão de tragédias.

Agora, anos depois, Sebastian é o novo duque de Devonshire e um reencontro inesperado o coloca frente a frente com a moça que acreditava estar morta ou algo ainda pior.

As circunstâncias não são adequadas e a mulher que agora atende pelo nome de Helen não é mais a menina que um dia conheceu, mas uma fugitiva que forjara a própria morte impiedosamente.

Após um acidente que poderia ter fatalmente lhe tirado a vida, Sebastian tem um novo objetivo, um motivo para persistir: encontrá-la e descobrir quais outros segredos oculta e por quais razões o deixou.

9º Lugar: Saga Radegund, Drica Bitarello (Resenhas Reino dos Céus, Fogo Vermelho, A Cruz e o Crescente e O Despertar do Dragão)

8º Lugar: A Promessa de um Duque (Damas Improváveis #1), Karol Blatt (Resenha aqui)

Sinopse:

“Era uma verdade universalmente conhecida que um jovem duque solteiro não teria outra escolha a não ser tornar-se vítima de uma esposa.” Espere, é isso mesmo?

Matthew Strallan sempre foi um garoto doente durante a infância, e por isso, seu pai, o duque de Norwich, mantinha-o restrito aos limites de sua propriedade. Mas a despeito do que se dizia na sociedade, Matthew cresceu e agora o duque com a fama mais justificada de Londres precisa de uma esposa.

Mas casar-se pode não ser a pior tortura…

Ao retornar à sua casa de campo antes de partir para sua caçada em Londres, Matthew reencontra Avery Crewe, sua melhor amiga dos tempos de reclusão. Avery é órfã e foi acolhida ainda criança por sua tia nada formidável, Lady Ross, na residência vizinha à propriedade dos Strallan. Revê-la é bom, mas, francamente, Matthew não esperava que a vida de Avery estivesse tão ruim e nem que seus sentimentos de amizade por ela se transformassem em algo mais ardente…

Ou talvez seja, sim.

Então, ele tem uma ideia para salvar os dois. Mas será que o duque mais libertino de todos os tempos poderá cumprir uma promessa em nome da amizade, mesmo que isso lhe custe o amor da sua vida?

A Promessa de um Duque é o primeiro volume da série de romances de época sobre as damas mais improváveis da regência e os cavalheiros que estão dispostos a tudo por elas.

7º Lugar: A Dama da Meia-Noite (Spindle Cove #3), Tessa Dare (Resenha aqui)

Sinopse:

Pode um amor avassalador apagar as marcas de um passado sombrio?

Após anos lutando por sua vida, a doce professora de piano, Srta. Kate Taylor, encontrou um lar e amizades eternas em Spindle Cove. Mas seu coração nunca parou de buscar desesperadamente a verdade sobre o seu passado. Em seu rosto, uma mancha cor-de-vinho é a única marca que ela possui de seu nascimento. Não há documentos, pistas, e nem ao menos lembranças…

Depois de uma visita desanimadora para sua ex-professora, que se recusa a dizer qualquer coisa para Kate, ela conta apenas com a bondade de um morador de Spindle Cove, o misterioso, frio e brutalmente lindo, Cabo Thorne, para voltar para casa em segurança. Embora Kate inicialmente sinta-se intimidada por sua escolta, uma atração mútua faísca entre os dois durante a viagem. Ao chegar de volta à pensão onde mora, Kate fica surpresa ao encontrar um grupo de aristocratas que afirma ser sua família.

Extremamente desconfiado, Thorne propõe um noivado fictício à Kate, permitindo-lhe ficar ao seu lado para protegê-la e descobrir as reais intenções daquela família. Mas o noivado falso traz à tona sentimentos genuínos, assim como respostas às perguntas de Kate.

Acostumado com combates e campos de batalhas, Thorne se vê na pior guerra que poderia imaginar. Ele guarda um segredo sobre Kate e fará de tudo para protegê-la de qualquer mal que se atreva atravessar seu caminho, seja uma suposta família oportunista… ou até ele mesmo.

6º Lugar: Uma Duquesa Qualquer (Spindle Cove #4), Tessa Dare (Resenha aqui)

Sinopse:

Uma duquesa em busca de sua sucessora.

Um jovem duque relutante em se casar.

Uma criada que adora desafios.

O que fazer com um duque relutante em se casar? A Duquesa de Halford – e mãe de Griffin, o duque libertino, irresponsável, que deseja apenas os prazeres da vida – tem o plano perfeito. Na verdade, ela conhece o lugar perfeito… Spindle Cove.

No paraíso das jovens solteiras, a duquesa insiste para que o filho escolha uma dama. Qualquer uma. E ela a transformará na melhor duquesa de Londres. Griff, então, decide achar alguém que acabará com os planos e com a ideia maluca de forçá-lo a se casar… Ele escolhe a atendente da taverna Touro & Flor, Pauline Simms – que nunca sonhou com duques ou com casamento, mas sim com o dinheiro que possibilitaria uma mudança completa em sua vida e na vida da pobre irmã, Daniela.

O duque e a Srta. Simms estabelecem um acordo: a mãe de Griff tem uma semana para transformar a criada em uma duquesa perfeita, então Pauline deverá ser um desastre durante sete dias e, se tudo der certo (ou melhor, se tudo der completamente errado), receberá mil libras e poderá realizar o sonho de construir a própria biblioteca em Spindle Cove.

Em pouco tempo, porém, o duque é surpreendido ao conhecer Pauline e descobrir que a moça é muito mais do que uma simples atendente, e a atração entre os dois é inevitável. Mas em um mundo em que as classes sociais são o que realmente importa, vence a ambição ou o coração?

5º Lugar: O Conde Enfeitiçado (Os Bridgertons #6), Julia Quinn (Resenha aqui)

Sinopse:

Toda vida tem um divisor de águas, um momento súbito, empolgante e extraordinário que muda a pessoa para sempre. Para Michael Stirling, esse instante ocorreu na primeira vez em que pôs os olhos em Francesca Bridgerton.

Depois de anos colecionando conquistas amorosas sem nunca entregar seu coração, o libertino mais famoso de Londres enfim se apaixonou. Infelizmente, conheceu a mulher de seus sonhos no jantar de ensaio do casamento dela. Em 36 horas, Francesca se tornaria esposa do primo dele.

Mas isso foi no passado. Quatro anos depois, Francesca está livre, embora só pense em Michael como amigo e confidente. E ele não ousa falar com ela sobre seus sentimentos – a culpa por amar a viúva de John, praticamente um irmão para ele, não permite.

Em um encontro inesperado, porém, Francesca começa a ver Michael de outro modo. Quando ela cai nos braços dele, a paixão e o desejo provam ser mais fortes do que a culpa. Agora o ex-devasso precisa convencê-la de que nenhum homem além dele a fará mais feliz.

No sexto livro da série Os Bridgertons, Julia Quinn mostra, em sua já consagrada escrita cheia de delicadezas, que a vida sempre nos reserva um final feliz. Basta que estejamos atentos para enxergá-lo.

4º Lugar: Um Perfeito Cavalheiro (Os Bridgertons #3), Julia Quinn (Resenha aqui)

Sinopse:

Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse parece um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, ela é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu.

Uma noite, porém, ela consegue entrar às escondidas no aguardado baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhece o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles.

Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres.

O destino faz com que os dois só se reencontrem dois anos depois. Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível.

Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica.

3º Lugar: As Irmãs Moore, Larissa Gomes (Resenhas Protegida e Renascida)

2º Lugar: Chuva de Amor, Christine King (Resenha aqui)

Sinopse:

“Nada mataria o amor em seu coração de menina”.

Chuva de Amor é um delicado e emocionante romance hot.

Aimée Cooper era uma linda jovem descendente de franceses, com o coração cheio de fervor e a alma em estado de graça, até que teve seu mundo destruído e sua vida quebrada.

Ela se tornara uma jovem frágil como vidro aprendendo a ser forte como rocha, enfrentando uma época que buscava renovação.

Ela não sabia se um dia encontraria seu príncipe como sonhava em sua infância, ou mesmo se seria capaz de amar e ser amada.

Ela não sabia se o misterioso e sensual Adam Page era talvez um príncipe versão quebrada, com um sedutor sorriso torto e usando palavras ousadas.

O misterioso sedutor Adam Page, por sua vez, não sabia se seria capaz de fazer a paixão irromper do coração gelado de Aimée, mas ele sabia que seus olhos guardavam um calor sem igual.

Chuva de Amor é um romance arrebatador, forte e sensual, com um fundo histórico envolvente, que permeia toda a poderosa atração de dois amantes que se libertam da prisão da solidão nos braços um do outro.

Uma história para se comover, sentir e torcer com todo vigor pela felicidade de seus protagonistas.

Para quem gosta de histórias poderosas, para quem conserva ainda a paixão em seu coração de menina.⠀⠀⠀⠀⠀

“Um amor mais forte que a morte, mais eterno que o tempo”.

1º Lugar: Em Busca do Paraíso (Lendas de Amor #3), Nana Valenttine (Resenha aqui)

Sinopse:

A série com mais de 3 milhões de leituras finalmente traz a história de Oliver e Lilly.

Um homem sem esperanças…

Durante anos, Oliver Green refugiou-se no Coração de Vênus. Condenado a carregar um título maldito e um passado pungente, ele acreditava estar confortável em sua vida miserável, longe da família que destruiu.
Até que a conheceu.

Uma jovem apaixonada…

Lilly esbarrou no dono do Coração de Vênus em uma situação inusitada, quando, por acidente, quase o matou. 
No momento em que sua vida começava a girar, a criada órfã vê em Oliver a chance de chegar mais perto de seu sonho mais precioso. Para isso, bastava apenas aceitar a proposta dele e partir para um lugar distante e desconhecido… 
Com nada mais do que um nome nas mãos.

Uma história sobre perdão…

Uma jovem que tenta se remendar ao mesmo tempo em que sua alma altruísta deseja salvar o mundo à sua volta. Um homem tentando superar a barreira do rancor e do ressentimento que as circunstâncias impuseram entre ele e aqueles que amava.
Duas almas tão diferentes e ao mesmo tempo tão iguais. 
Serão eles capazes de alcançar o tão sonhado paraíso?

“Eu sonho com um lugar em que desejos se realizam e se ele não existe, então eu vou construí-lo.”

E essa foi a minha listinha. Vocês já leram algum desses livros? Contem para mim o que acham deles. Agora, caso não tenham lido, fica minha recomendação. Mostrem para mim o top leituras de 2019 de vocês também, estou curiosa para saber. Obrigada por lerem até aqui, beijos e até o próximo post! 😘😘😘

Um comentário sobre “Melhores Leituras de 2019 – Parte 2: Romances Clássicos, Históricos e de Época

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s