Resenha: O Desígnio do Capitão Wannell (Spin-off de As Irmãs Wymond), Amy Campbell

Sinopse:

Elizabeth Williams é uma jovem senhorita que teve os sonhos arrancados de seu coração quando era apenas uma menina. Desde tenra idade, conhecera a truculência em sua forma mais cruel, e ainda assim, apesar de todos os seus tormentos, ela encontra uma forma de ter forças tecendo sorrisos de seus devaneios. Quando o capitão Henry Phillips Wannell a conhece em seu retorno à Inglaterra, ele encontra uma razão para estender o que era para ser uma breve estadia. Com sua doçura e delicadeza, Lizzie o envolve de uma maneira inexplicável, mas o medo ainda reside nela, impedindo-a de se aproximar demais. Tudo o que ele deseja é poder dar vida ao que antes era apenas escopo de imaginações. Henry só conseguia pensar que precisava encontrar uma maneira de fazer com que Lizzie o olhasse sem temor nos olhos. Aquilo seria difícil, mas ele estava disposto a tentar.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Quem leu os três livros principais de As Irmãs Wymond já está familiarizado com nossos protagonistas bem como com o estilo de escrita da autora, mas como não deve ser o caso de todo mundo (e nem é obrigatório que o seja, já que, apesar de interligadas, as histórias são independentes e completas em si mesmas), acho interessante falar um pouco sobre eles.

Amy Campbell utiliza-se de um vocabulário rico, pomposo e altamente poético para construir suas narrativas, algo que considero um enorme diferencial e que me agrada demais, mas pode, sim, incomodar alguns leitores. Quem ler seus livros não deve esperar tramas fantasiosas, cheias de reviravoltas e com aqueles vilões terríveis que tanto amamos odiar. É uma característica sua que as batalhas sejam internas e os maiores demônios, aqueles criados pela mente dos personagens. Isso não quer dizer que as jornadas deles sejam mais fáceis, até porque, ao menos em minha concepção, na maioria das vezes é mais fácil enfrentar os outros do que a nossos próprios fantasmas. E é sobre isso que, primordialmente, O Desígnio do Capitão Wannell se trata.

Esta é uma história feita para emocionar e falar diretamente ao coração. Aqui acompanhamos Lizzie, uma bela e doce mulher que foi ferida da forma mais cruel quando era apenas uma menina, mas jamais permitiu que isso a destruísse, em sua jornada de descoberta do amor e, por meio dele, de cura para suas dores mais profundas. Quem a viu anteriormente, especialmente em A Redenção de Sir Williams, pode ter tido a impressão de que ela já havia superado seu sofrimento, mas neste livro descobrimos que não é verdade; não de todo. Por mais que tenha seguido em frente, seus demônios particulares continuam a persegui-la e, eventualmente, conseguem derrubá-la, mas Lizzie não está sozinha e, com a ajuda daqueles que ama e que a amam também, sobretudo de seu irmão, sempre consegue levantar-se e prosseguir.

Henry desconhece o passado de sua amada e sofre por não entender os motivos que a levam a rejeitá-lo em alguns momentos, enquanto em outros parece corresponder aos seus sentimentos com a mesma intensidade que ele mesmo possui. No entanto, o capitão jamais desiste dela, mesmo que, diversas vezes, seja dominado por esta vontade; e no fim é recompensado com o amor, a confiança e a entrega total da sua beag.

Esse é um daqueles casais que conquistam um espacinho todo especial em nosso coração, pela beleza de sua trajetória e as dificuldades que precisam superar para ficar juntos. Com Henry e Lizzie, aprendemos a importância de não desistir de quem amamos, de estendermos nossa mão quando precisarem dela e recolhê-la quando necessitarem de espaço; que o amor é capaz de curar qualquer ferida, porém nem sempre é fácil vivê-lo; pode ser difícil estar perto de uma alma machucada, mas um fardo carregado a dois torna-se mais leve.

Torço muito para que vocês deem uma chance a esta história e sejam tão profundamente tocados por ela quanto eu fui. Eu prometo que cada segundo empregado nesta leitura valerá a pena.

Disponível em e-book na Amazon: https://amzn.to/2K3W92R.

Se quiser conferir as resenhas dos três livros de As Irmãs Wymond, clique aqui.

Um comentário sobre “Resenha: O Desígnio do Capitão Wannell (Spin-off de As Irmãs Wymond), Amy Campbell

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s