Resenha: Renascida (As Irmãs Moore #2), Larissa Gomes

Sinopse:

Inglaterra, 1816.

“Contos de fada não são reais.”

Sophie considerou, enquanto sentia uma gélida lágrima escorrer por sua face já fria, estando exposta ao relento da noite.

____________________________

Desde muito jovem, Lady Sophie Moore sonhara com um amor impossível.

Dentre os inúmeros romances que lera em sua vida, desde a época em que ainda precisava fazê-lo escondida, sempre imaginara-se vivenciando o papel da mocinha, pela qual o Lorde derramava sonetos apaixonados e juras de amor, enquanto enfrentava as mais difíceis adversidades para, enfim, tê-la.

Entretanto, muito antes do que imaginava ser possível, quando ainda possuía a singela idade de 19 anos, a vida lhe havia demonstrado que os amores impossíveis não eram tão mágicos quanto os livros a haviam prometido: eram, na verdade, bastante cruéis.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Protegida é um livro absolutamente maravilhoso, mas Renascida conseguiu ser ainda melhor. Eu já tinha me encantado por Charles e Sophie e, de certa forma, “sabia” como seria a história deles. No entanto, estava completamente enganada. Esse livro tem uma reviravolta impressionante, e, embora o que sabemos e acompanhamos anteriormente certamente influencie no desenrolar dos acontecimentos, aqui nos vemos diante de algo extremamente diferente do que esperávamos. E eu amei ser surpreendida!

Foi lindo ver Charles e Sophie conhecerem-se e apaixonarem-se em Protegida, mas também doloroso descobrir que não poderiam ficar juntos devido ao fato de o futuro duque estar noivo. E aqui, nós descobrimos como esse acordo de casamento foi feito e as implicações que tem na vida dos dois. Todavia, esse é apenas um dos problemas que eles precisam enfrentar para viver esse amor.

Renascida é um livro de fases, em que vemos um Charles e uma Sophie ainda jovens e imaturos, mas também testemunhamos a jornada e o crescimento deles. Anos se passam enquanto acompanhamos esta história, e nosso lindo casal amadurece com a distância. Quando finalmente se reencontram, estão muito diferentes, sobretudo Sophie, que passará por muitas coisas no período que ficarão separados. Somente algo é imutável aqui: o sentimento que nutrem um pelo outro e que apenas cresce e se solidifica com o tempo.

Esse é um romance rico em cenas comoventes, capaz de tocar nosso coração de uma forma sublime e nos emocionar profundamente. Ao mesmo tempo, nos diverte, nos deixa apreensivos (sim, temos um mistério a ser desvendado aqui que deixou a leitura ainda mais instigante e deliciosa) e nos faz sentir calor em cenas hots de tirar o fôlego. Charles é o libertino que eu pedi a Deus, não poupa esforços na hora de deixar sua amada trêmula e ofegante de prazer.

E como no livro anterior, Renascida nos apresenta a personagens secundários que nos conquistam instantaneamente, como Nicholas, o irmão de Charles (confesso que senti muita raiva dele por colocar nosso duque naquela roubada, mas isso não muda o quão carismático e encantador ele é), e Marie, a mulher que cativará seu coração; além de Ian, um escocês bruto e divertido, sem o menor jeito para se misturar ao mundo pomposo da aristocracia (ADOROOOOO, DELÍCIAS DEMAIS ESSES HIGHLANDERS!), que se envolverá com alguém extremamente improvável. Ainda temos dois romances pela frente, e eu mal posso esperar para finalmente lê-los. Com certeza, serão tão incríveis e apaixonantes quando os que os precederam.

Disponível em e-book na Amazon: https://amzn.to/2NLISOx.

2 comentários sobre “Resenha: Renascida (As Irmãs Moore #2), Larissa Gomes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s