Resenha: A Promessa de um Duque (Damas Improváveis #1), Karol Blatt

Sinopse:

“Era uma verdade universalmente conhecida que um jovem duque solteiro não teria outra escolha a não ser tornar-se vítima de uma esposa.” Espere, é isso mesmo?

Matthew Strallan sempre foi um garoto doente durante a infância, e por isso, seu pai, o duque de Norwich, mantinha-o restrito aos limites de sua propriedade. Mas a despeito do que se dizia na sociedade, Matthew cresceu e agora o duque com a fama mais justificada de Londres precisa de uma esposa.

Mas casar-se pode não ser a pior tortura…

Ao retornar à sua casa de campo antes de partir para sua caçada em Londres, Matthew reencontra Avery Crewe, sua melhor amiga dos tempos de reclusão. Avery é órfã e foi acolhida ainda criança por sua tia nada formidável, Lady Ross, na residência vizinha à propriedade dos Strallan. Revê-la é bom, mas, francamente, Matthew não esperava que a vida de Avery estivesse tão ruim e nem que seus sentimentos de amizade por ela se transformassem em algo mais ardente…

Ou talvez seja, sim.

Então, ele tem uma ideia para salvar os dois. Mas será que o duque mais libertino de todos os tempos poderá cumprir uma promessa em nome da amizade, mesmo que isso lhe custe o amor da sua vida?

A Promessa de um Duque é o primeiro volume da série de romances de época sobre as damas mais improváveis da regência e os cavalheiros que estão dispostos a tudo por elas.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Nunca tinha lido um livro que lembrasse tanto os da Julia Quinn sem ser escrito pela autora. Não se trata – apenas – do fato de ser leve e engraçado como os dela, mas dos recursos utilizados na escrita, a começar pelo emprego do absurdo, para conseguir este efeito. Julia Quinn sempre coloca seus personagens em situações inusitadas e nos diverte com isso, e aqui isso é feito com a mesma frequência. Por exemplo, os únicos amigos – e conselheiros – da mocinha são patos, e devo enfatizar que eles parecem mais inteligentes e sensatos do que boa parte, se não a maioria, dos ditos “seres racionais” que fazem parte desta história.

Eu não tinha a intenção de ler A Promessa de um Duque neste momento, apenas fiquei curiosa para conhecer a obra ao vê-la entre as primeiras posições de mais vendidos na Amazon. Quem acompanha o ranking sabe que não é grande a frequência com que romances de época aparecem ali. Aproveitando que estava com o Kindle Unlimited, baixei o livro e comecei a folhear assim como quem não quer nada. E, minha gente, eu simplesmente não consegui largar! A escrita é maravilhosa, a história é muito envolvente, os personagens são incríveis e apaixonantes, e o romance é daquele tipo que aquece o coração e nos faz suspirar ao mesmo tempo em que nos diverte. Também senti um aperto no peito ao ver tudo o que a mocinha precisava passar na mão da tia megera e fiquei torcendo pro nosso duque tirá-la o mais rápido possível daquele inferno.

Tudo começa com Avery, ainda criança, indo visitar a duquesa de Norwich juntamente com a tia e a prima. Lá, ao ser enxotada da sala de visitas pela bruxa velha, ops, por sua parenta – e o que é pior, sem provar os apetitosos biscoitos amanteigados servidos pela anfitriã – e ficar confinada à cozinha, escuta um grito (ou três) que a alarma. Ela é vencida pela preocupação e pela curiosidade e começa a procurar a origem do pavoroso som pela casa. É quando chega ao quarto de um menino que, claramente, não vai muito bem de saúde. Como toda criança, eles brigam, mas logo acabam se entendendo. Entre conversa, risos e goles de chá e biscoitos, os dois perdem a noção do tempo e adormecem juntos. E é assim que são encontrados pela duquesa, que fica horrorizada com a cena. No entanto, a despeito dos protestos dela e das diferenças sociais, que nada significam para os pequenos, ao ver seu herdeiro tão animado e bem disposto, o duque encoraja a aproximação entre os garotos.

Avery e Matthew logo se tornam amigos inseparáveis, porém, quando crescem e chega a hora de ele ir aprender “o que os duques fazem”, acabam se separando, ainda que sob a promessa de que voltariam a se encontrar. No entanto, Matthew não tarda a esquecer seu juramento ao ser seduzido pelos encantos londrinos – leia-se pela vida libertina –, de modo que passam anos e anos sem se ver. Ele só volta ao campo após a morte do pai, para fazer companhia à mãe e descansar antes de iniciar a busca por uma esposa entre as jovens que debutarão na sociedade. Não que casar-se seja a vontade dele, mas simplesmente não pode ignorar o último pedido do duque – e também requisito para receber sua herança por inteiro.

Avery e Matthew se reencontram de forma inusitada durante uma temporada festiva, e é com alegria que ele percebe que sua amizade continua inabalada e que, ao menos ela, enxerga-o como uma pessoa de carne e osso, e não apenas como “o duque”. Só que ambos mudaram, e Avery se tornou uma mulher belíssima cujos encantos não conseguem ser escondidos apesar dos esforços da tia em contrário. Matthew não é o único a notar isso, e o ciúme começa a aflorar na mesma intensidade que o desejo. Ele também não demora a perceber a triste situação em que a amiga se encontra, e não pode esquivar-se de fazer algo para mudar esta realidade. E assim, inicia-se um dos melhores romances de época nacional que eu tive o prazer de folhear. Sério, gente, vocês precisam conhecer, é absolutamente maravilhoso. Sexy, cheio de reviravoltas, com aqueles clichês que a gente adora, super gostoso de ler… Ai ai, estou apaixonada! Recomendo demais, com certeza irão amar.

Disponível em e-book na Amazon: https://amzn.to/2Hhm8Ta.

Um comentário sobre “Resenha: A Promessa de um Duque (Damas Improváveis #1), Karol Blatt

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s