Entrevista – Aline Galeote

Oiiiiiiii, meus amores! Esta semana eu estou uma vergonha só, não postei nada no blog. Por isso, hoje eu estou aqui para remediar um pouco essa situação e vou postar a entrevista que eu fiz com essa pessoinha super fofa e especial. Sério, gente, vocês não têm noção do quanto esta menina (ela já passou dos 30, mas com essa carinha ninguém diz, então me sinto no direito de chamar de neném) é um amor. Ela é tímida, mas muito simpática e gentil, impossível não amar ❤❤❤

Aline Galeote descobriu a paixão pela literatura ao ganhar de presente do avô um livro sobre um cachorrinho perdido em uma floresta. Aos doze anos, iniciou seu primeiro romance, escrito inteiramente nas folhas de um caderno. Após vários anos com projetos de escrita guardados na gaveta, encontrou nos romances de época sua verdadeira vocação como escritora. Formada em administração de empresas, decidiu abandonar a rotina de escritório para dar vida a suas histórias.

Promessas de uma Vida (resenha aqui) é seu primeiro romance de época publicado e faz parte da série Consequências, que terá ao todo cinco livros. A obra foi apontada como o melhor romance de época nacional pelo aclamado blog Romances Históricos.

Vive no estado de São Paulo com o marido e suas gatinhas, Lizzie e Mei.

Confiram nossa conversinha a seguir…

1 – Se apresente brevemente.

Sou a típica libriana indecisa, viciada em jogos de videogame, dançarina amadora de jazz, amante da música dos anos 80 e fã do Elvis.

2 – Quais os gêneros que prefere escrever?

Romances de época.

3 – Planeja tentar algum outro? Qual?

Quero finalizar a série de época e retomar um antigo projeto que é um drama contemporâneo.

4 – Qual o seu personagem original favorito? Por quê?

Tenho um carinho especial pelo Damian, porque ele reúne a maioria das qualidades que aprecio em um mocinho libertino. Ele é sarcástico, debochado, bem-humorado e tem um coração enorme que tenta esconder a qualquer custo.

5 – Qual o livro de que você mais se orgulha? Por quê?

Meu primeiro livro lançado, Promessas de Uma Vida. Ele foi escrito em uma fase delicada da minha vida, em meios a crises de pânico e ansiedade. Eu realmente acreditava que não conseguiria realizar meu sonho de ser escritora. O livro ficou parado por um ano, pois eu não tinha ânimo para seguir em frente. Com a ajuda dos meus familiares e amigos (e muita sessões de terapia), eu me reencontrei outra vez. Caí no choro quando escrevi a palavra “fim” no manuscrito. Foi uma intensa jornada de autoconhecimento, e eu estava preparada para dar o próximo passo.

6 – Qual seu trabalho mais desafiador? Por quê?

É justamente o que estou escrevendo atualmente. Há muita pesquisa, muitos detalhes, personagens históricos que realmente existiram. O protagonista é complexo, intenso, misterioso. E antes não existia a expectativa dos leitores, apenas a minha. Depois que você lança o primeiro livro, a pressão e as cobranças internas são muito maiores.

7 – Está escrevendo algum livro nesse momento? Se puder, fale um pouco sobre ele.

Estou escrevendo o segundo livro da série Consequências, que irá contar a história de Olivia, amiga da protagonista do primeiro livro, e do misterioso secretário de Damian. O livro é dividido em três partes que seguem sua própria temática. Grande parte da ambientação se passa no período em que Napoleão Bonaparte escapou da Ilha de Elba. Os britânicos tiveram que se reunir uma vez mais aos aliados, e este acontecimento irá impactar o casal de protagonistas.

8 – O que inspira sua escrita?

Toda forma de arte: leituras, filmes, músicas, teatro, exposições. A arte sempre foi inspiradora na minha vida.

9 – Qual seu sonho como autora?

Fazer os leitores sorrirem e se emocionarem com as minhas histórias. Prometo dar o meu melhor. Sempre!

10 – Fale sobre seus planos futuros para a escrita.

Pretendo finalizar a série e… continuar escrevendo!

11 – Quais seus autores e livros favoritos (nacional e estrangeiro)? Fale um pouco sobre eles. Existe algum que acha que todo mundo deve ler?

Hoje nós temos muitas, mas muitas escritoras nacionais talentosíssimas inseridas no mercado independente. Não irei citar uma a uma porque corro o risco de esquecer alguém e isso seria imperdoável! Infelizmente, existe muito preconceito no mundo literário com os nacionais. Se as pessoas apenas se permitissem explorar este mercado, que é tão carente de atenção, iriam se surpreender com a qualidade dos nossos autores. O Clube das Romancistas reúne algumas dessas autoras maravilhosas. Procurem conhecê-las!

Das internacionais, gosto da Lorraine Heath, Mary Balogh, Laura Kinsale, Lisa Kleypas, Georgette Heyer. E uma última menção honrosa à diva das divas dos romances: Judith McNaught.

12 – Qual o seu personagem favorito (em livros de outros autores)? Por quê?

Hercule Poirot. A Agatha Christie criou um personagem peculiar, metódico, inteligente e que protagonizou mais de quarenta livros, sempre mantendo sua sagacidade característica. Tenho uma admiração enorme pelo talento dessa escritora.

E então, o que acharam dessa mocinha? Espero que a tenham amado também. Obrigada por lerem até aqui, até o próximo post! Beijos 😘😘😘

3 comentários sobre “Entrevista – Aline Galeote

    1. Oiiiiiii *……..*
      Obrigada pela parte que me toca, mas é verdade, você parece um neném. Tá na turma da Michaelly Amorim, da Katherine Salles e da Jéssica Macedo, que também parecem ter 12 anos XDDDDD
      Obrigada pelo carinho e pela atenção. Beijos 😘😘😘

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s