Resenha: Chuva de Amor, Christine King

Sinopse:

“Nada mataria o amor em seu coração de menina”.

Chuva de Amor é um delicado e emocionante romance hot.

Aimée Cooper era uma linda jovem descendente de franceses, com o coração cheio de fervor e a alma em estado de graça, até que teve seu mundo destruído e sua vida quebrada.

Ela se tornara uma jovem frágil como vidro aprendendo a ser forte como rocha, enfrentando uma época que buscava renovação.

Ela não sabia se um dia encontraria seu príncipe como sonhava em sua infância, ou mesmo se seria capaz de amar e ser amada.

Ela não sabia se o misterioso e sensual Adam Page era talvez um príncipe versão quebrada, com um sedutor sorriso torto e usando palavras ousadas.

O misterioso sedutor Adam Page, por sua vez, não sabia se seria capaz de fazer a paixão irromper do coração gelado de Aimée, mas ele sabia que seus olhos guardavam um calor sem igual.

Chuva de Amor é um romance arrebatador, forte e sensual, com um fundo histórico envolvente, que permeia toda a poderosa atração de dois amantes que se libertam da prisão da solidão nos braços um do outro.

Uma história para se comover, sentir e torcer com todo vigor pela felicidade de seus protagonistas.

Para quem gosta de histórias poderosas, para quem conserva ainda a paixão em seu coração de menina.⠀⠀⠀⠀⠀

“Um amor mais forte que a morte, mais eterno que o tempo”.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Este livro é provavelmente uma das maiores surpresas da minha vida. Quando a Christine King anunciou que estava escrevendo um livro dramático de época, eu fiquei com um pé atrás. Não por não levar fé no talento dela, mas porque a minha experiência com sua escrita era Dançando para Você (resenha aqui) que, quem leu sabe, é um livro super leve e engraçado. No entanto, Chuva de Amor é o completo oposto.

Eu estava acompanhando a história pelo Wattpad, mas chegou numa parte que me deixou tão agoniada que eu precisei comprar pra ver o que ia acontecer. Sério, não estou conseguindo me lembrar de nenhum livro que tenha me feito sentir uma angústia tão grande. Eu chorei tanto, tanto que nem sei dizer. A Aimée é uma personagem tão, tão sofrida, tão, tão triste, e o que ela passou é mostrado pra gente de uma forma tão vívida, tão intensa, que é impossível não sofrer junto, ainda que a Chris tenha tomado cuidado para não pesar na descrição, que não é tão crua como algumas que vemos por aí. E como a história é escrita em primeira pessoa e mais focada em diálogos internos e descrições dos sentimentos e emoções dos personagens do que em conversas entre eles, propriamente, conseguimos sentir com perfeição o que eles estão sentindo.

Chuva de Amor se passa em 1949, quatro anos após o fim da Segunda Guerra Mundial, mas temos vários flashbacks sobre o que aconteceu durante este período e até um pouco antes, no prólogo. E, como as marcas deixadas pela guerra estão profundamente enraizadas nos personagens e no país, como um todo, podemos sentir seus efeitos muito bem. A ambientação histórica está incrível, dá para ver que a Chris teve bastante cuidado com a pesquisa e definitivamente merece os parabéns por isso.

Aimée é uma jovem e solitária professora que acaba de se mudar para uma pequena cidade no interior da Inglaterra, fugindo de seus problemas e angústias, ainda que estes a acompanhem aonde quer que vá, já que é impossível se esconder de si mesma. Tudo o que ela queria era paz para recomeçar uma vez mais, mas seu desejo não é atendido e ela logo se depara com Adam Page, um homem sedutor e misterioso que a deseja desde que seus olhos se encontram pela primeira vez. Ele reconhece nela uma alma tão quebrada e triste quanto a sua e almeja ser o responsável por devolver a vida e a alegria à jovem, curando-se no processo também, se possível. Uma série de deliciosas provocações têm início e, em vez de paz, Aimée encontra uma paixão avassaladora e um amor capaz de curar suas dores mais profundas.

Chuva de Amor é envolvente da primeira à última página e toca nosso coração de uma forma única. Tem um texto delicado, poético, doce e extremamente sensual, além de uma história emocionante como poucas. É impossível não se apaixonar por Adam e Aimée e torcer loucamente para que encontrem a felicidade que tanto merecem. Amei demais. Sem dúvida, entrou pra lista dos meus livros favoritos da vida.

Disponível em e-book na Amazon: https://amzn.to/2H7BkCD.

Um comentário sobre “Resenha: Chuva de Amor, Christine King

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s