Resenha: Rainha de Copas (Operação Blackjack #1), Lis Wey


Sinopse:

Em uma grande cidade brasileira, a jovem Simone sofria todo tipo de agressão por conta de seu peso. Cansada da rotina, decide que a melhor defesa é o ataque e cria suas próprias etiquetas. Anos mais tarde, o destino lhe surpreende e Simone se vê obrigada a trabalhar com o rapaz que mais lhe magoara no colégio. Jogada no meio de uma operação policial, a jovem vai questionar suas certezas em uma história cheia de sensualidade e erotismo.

Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟

Rainha de Copas é o primeiro livro de uma série de romances contemporâneos que combina mistério e erotismo com perfeição, e a primeira incursão de Lis Wey em ambos os gêneros (embora seus romances de época também contenham toques de sensualidade que fazem a temperatura subir). Devo dizer que ela estreou muito bem e agradou bastante a mim, que amo os dois tipos de leitura. É o melhor dos mundos, literalmente. As cenas calientes são deliciosas e o mistério prende pra valer, nos fazendo devorar as páginas.

A história começa com Simone no começo da adolescência sofrendo bullying pesado na escola por não se adequar aos padrões de beleza, estando acima do peso considerado ideal e, para piorar, a pressão da mãe para que emagreça, o que só muda quando, após ser forçada a seguir uma dieta radical, acaba indo parar no hospital com desnutrição. Esse período marca fortemente a personagem, que cria um muro de proteção ao redor de si mesma, afastando a todos que considera bonitos e se tornando defensiva demais a qualquer possível menção a seu peso, algumas existentes apenas em sua cabeça. No entanto, isso também se torna a motivação dela para estudar bastante, passar numa excelente universidade pública e, assim, se tornar uma grande advogada.

Ao terminar a faculdade, após muito procurar emprego, acaba indo parar num escritório que anteriormente a havia rejeitado como estagiária por conta de sua aparência, mas aceita lhe dar uma chance agora. Poderia ser um começo promissor para a carreira que tanto sonhou se, no primeiro dia, não se deparasse com um dos colegas de escola que mais a maltrataram e ser justamente colocada sob a tutela dele, já um advogado sênior enquanto ela não passa de uma novata.

Paulo se tornou um homem ainda mais bonito do que era na escola e jura estar arrependido de tudo o que fez e mudado, mas será mesmo? E além de Paulo, Simone reencontra também Maurício, que era considerado o garoto mais bonito da escola e que, embora não tenha feito parte do grupo que a humilhava, tampouco fez algo para impedi-lo, agora um juiz. Ambos demonstram um repentino interesse nela, mas será que estão sendo sinceros? Simone não quer nem saber, e só quem sofreu na pele o que ela passou pode entender sua postura.

Em meio a esse inusitado triângulo amoroso, Simone acaba se colocando numa situação que é bem mais perigosa do que ela pode sonhar, quando recebe o caso de um cliente que foi preso sem qualquer prova consistente e mesmo assim está sendo pressionado a aceitar um acordo de confissão. Ela não demora a perceber os furos e, ao começar sua investigação, se dá conta da teia em que se prendeu sem querer. Paulo e Maurício também estão envolvidos nela, cada um acusando o outro de ser uma ameaça potencial à advogada. Quem será que está falando a verdade? Somente lendo para descobrir, mas já adianto que terminamos o romance com mais perguntas do que respostas, ansiosos pelo próximo volume.

Disponível em e-book na Amazon: https://amzn.to/2LdUACt.

Confira as resenhas dos próximos volumes da série aqui.

2 comentários sobre “Resenha: Rainha de Copas (Operação Blackjack #1), Lis Wey

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s