Resenha | O Mundo de Gelo e Fogo: A História Não Contada de Westeros e As Crônicas de Gelo e Fogo (As Crônicas de Gelo e Fogo – Extra), George R. R. Martin, Elio M. García Jr. e Linda Antonsson

Sinopse:

Tudo o que você sempre quis saber sobre Westeros! A saga dos personagens de As Crônicas de Gelo e Fogo não começou com as disputas pelo trono de ferro. Este guia inédito e ricamente ilustrado reúne um amplo material que atravessa a Era da Aurora e a Era dos Heróis; se inicia com os filhos da floresta, a vinda dos Primeiros Homens até a chegada de Aegon, o Conquistador; o estabelecimento do Trono de Ferro, por Aegon, até a Rebelião de Robert e a queda do Rei Louco, Aerys II Targaryen, além de trazer informações e detalhes preciosos sobre todas as casas dos Sete Reinos.

Avaliação: ⭐⭐⭐⭐⭐

O Mundo de Gelo e Fogo é uma verdadeira enciclopédia, só depois de lê-lo podemos ter a noção real do tamanho e da complexidade do universo criado por George R. R. Martin. Como Fogo e Sangue (resenha aqui), ele é feito como se tivesse sido escrito por um meistre da cidadela, sendo mais didático do que qualquer outra coisa.

Esse livro aborda a história dos sete reinos desde a Era da Aurora, passando pela Era dos Heróis, a chegada dos ândalos e dos roinares a Westeros e a ascensão e queda de Valíria e da dinastia Targaryen. É uma oportunidade única de descobrir como funciona o mundo que tanto amamos e como chegou ao que conhecemos em A Guerra dos Tronos. Cada reino (oito em vez de sete, a meu ver; ao menos eu vejo As Ilhas de Ferro como um reino separado e, desta forma, elas são abordadas no livro) tem a própria história e suas particularidades, e aqui podemos conhecê-las mais a fundo.

Embora o grosso do livro aborde Westeros, podemos ver também o mapa do mundo conhecido e aprender um pouco sobre cada local retratado nele, seu povo, sua cultura, sua história e sua religião (ou, mais comumente, abundância de religiões). Durante a leitura de As Crônicas de Gelo e Fogo, a maioria desses lugares é abordada de alguma forma e, conforme vamos vendo-os, acabamos nos lembrando de algumas menções feitas a eles e até ligando determinados personagens a determinados lugares. Eu confesso que fui lendo e, ao mesmo tempo, consultando os livros da série principal. E foi uma delícia fazer isso. Se prestarmos atenção, é possível até mesmo reconhecer algumas das referências usadas pelo titio Martin na escrita, principalmente aquelas da cultura pop.

Essa foi a minha última parada pelo fascinante universo literário de As Crônicas de Gelo e Fogo até o lançamento de Os Ventos do Inverno e Um Sonho de Primavera. Foi maravilhoso reler os cinco livros da série principal e ler pela primeira vez aqueles que servem para enriquecer a saga. Eu aprendi muito e me apaixonei ainda mais por essa obra, é, sem sombra de dúvida, uma das melhores e mais incríveis da ficção fantástica de todos os tempos. George R. R. Martin com certeza já está eternizado pela sua genialidade e talento ímpar com as palavras.

PS: eu já fiz uma análise pessoal sobre As Crônicas de Gelo e Fogo como um todo, confiram aqui.

2 comentários sobre “Resenha | O Mundo de Gelo e Fogo: A História Não Contada de Westeros e As Crônicas de Gelo e Fogo (As Crônicas de Gelo e Fogo – Extra), George R. R. Martin, Elio M. García Jr. e Linda Antonsson

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s